• 1ac5219d17983e02
  • 3daa745655179be6
14 de Agosto de 2020

Icone show ciencia tecnologiaCiência & Tecnologia

Redação / Hugo Julião
19:31
17/05/2020

Drones: a tecnologia a favor da vida, entregando remédios e monitorando aglomerações

Pela facilidade de contágio, o coronavírus impõe um desafio a mais aos que estão na linha de frente no combate à pandemia.

Médicos, enfermeiros, policiais, entregadores e outros profissionais que não podem adotar o isolamento social estão se tornando, eles próprios, vítimas da doença.

Neste cenário, tecnologias que permitem a realização de tarefas a distância, como os drones, ganham cada vez mais importância e se apresentam como parte da solução para a retomada da vida cotidiana no mundo pós-pandemia.

21579e33245f5674

Eles já estão em campo, seja em testes ou em uso corrente, em diversas cidades no mundo, inclusive no Brasil.

No Rio e em Palmas, no Tocantins, drones estão sendo utilizados para monitorar e dispersar aglomerações.

Em Recife (PE) e São Sebastião, no litoral de São Paulo, eles foram equipados com câmeras térmicas para identificar pessoas com febre, informou a DJI, uma das líderes mundiais na fabricação de drones.

Em Gana, os artefatos voadores transportam amostras coletadas em zonas rurais para laboratórios na capital, Acra.

Em diversos países, estão sendo usados no transporte de medicamentos e outros insumos médicos.

"Drones permitem que órgãos públicos obtenham informações de maneira rápida e eficiente, enquanto permitem a mitigação de riscos para os profissionais", afirma Romeo Durscher, diretor de Integração de Segurança Pública da DJI.

58bb08db4b209089

Apesar da diversidade de aplicações, ainda não alcançamos o estágio de vermos drones aos montes voando pelas cidades.

Na opinião de Durscher, isso é explicado pelo fato de a tecnologia ser relativamente nova.

Em alguns setores, como a fotografia e o agronegócio, eles se difundiram rapidamente, mas a velocidade dos órgãos públicos é diferente. A pandemia pode acelerar esse processo:

"É um ambiente guiado por processos que muitas vezes levam tempo para implementar novas tecnologias e procedimentos. Mas, assim que as pessoas virem o potencial dessa tecnologia e o que ela já pode oferecer, irão abrir os olhos."

Essa é a mesma opinião do professor da UFRGS Luís Lamb, membro do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE). Por terem sido desenvolvidos inicialmente para fins militares, os drones são extremamente precisos.

São “computadores voadores”, brinca o especialista, que aponta a tecnologia como essencial para a reabertura pós-pandemia.

31e32e6ca327fe7b

Com segurança, eles podem dispersar produtos químicos para a desinfecção de espaços públicos. E o aumento da demanda por entregas em domicílio pode, enfim, tornar o delivery por drones uma realidade.

"Os drones são uma tecnologia extremamente flexível, pela mobilidade e agilidade no deslocamento dentro de cidades, o que falta é regulação", afirma Lamb. "Sem dúvida, neste momento de pandemia, os órgãos reguladores estão atentos à nova realidade".

O uso dessas aeronaves em serviços de entrega está sendo testado em vários países.

A Wing — subsidiária da Alphabet, conglomerado dono do Google — opera comercialmente em cidades na Finlândia, na Austrália e no estado americano da Virgínia. Nas primeiras semanas de abril, a demanda dobrou.

B150a6dbb3fd9d2e

Por aqui, a Storm Group realizará no Rio de Janeiro seu primeiro teste no uso de drones para entrega nesta semana.

O fundador e presidente da empresa, Wanderley Abreu Júnior, explica que a tecnologia já existe, falta apenas regulação, mas existem dúvidas sobre a viabilidade do serviço no Brasil:

"Para operar os drones é preciso montar uma infraestrutura, distribuir bases para o pouso das aeronaves. Aqui os serviços de entrega são muito baratos. Vai ser muito difícil concorrer com os aplicativos de entrega"

.Fonte: Agência O Globo

E6022cd46fb2d7c5

MAIS NOTÍCIAS

As "filas da fome" em Madrid

Cachorros também passam pela adolescência, diz estudo

STF: diplomatas venezuelanos podem ficar no Brasil até fim da pandemia

O destinos das torres de escritórios após a pandemia

Estudantes brasileiros estão entre os 20 finalistas de prêmio mundial de inovação

Covid-19: o Brasil tem 59 mortes por um milhão de habitantes; veja comparação com 7 países

Capas com as manchetes dos principais jornais nacionais desta sábado (16)

Pesquisadores de Israel criam teste que detecta coronavírus em um minuto

O que se sabe sobre o misterioso avião orbital da Força Aérea dos EUA

Sebrae lança mentoria para ajudar pequenos negócios a aumentar vendas online

DJ Alok conta como é trabalhar com Mick Jagger: ‘Mergulha de ponta’​

Governo divulga calendário da segunda parcela do auxílio emergencial

Unicef alerta: por restrições à circulação, mais de 6.000 crianças podem morrer por dia no mundo​

Capas com as manchetes dos principais jornais nacionais desta sexta (15)

Itália dará 500 euros para cidadãos fazerem turismo interno e isenta impostos do setor

ONU: serviços de saúde mental devem ser parte essencial na pandemia; veja vídeo

Lula Ribeiro convida no Instagram tem participação de João Ventura, nesta sexta (15) 

Sebrae oferece consultorias gratuitas aos empresários

Com restrições, Gramado e Canela reabrem hotéis e atrações turísticas​

Futebol: Serie A italiana volta dia 13 de junho

Fotógrafo dedica-se a registrar pessoas que parecem gêmeas, mas nem parentes são

ONU: interrupções em serviços de HIV podem causar 500 mil mortes adicionais por AIDS

Medalhista olímpico japonês mantém a forma como entregador durante pandemia​

Por que ver documentários sobre natureza pode fazer bem à mente na quarentena​

Os segredos da cidade "mais verde" do mundo; São Paulo ocupa surpreendente 5º lugar

Quem ficou com a fortuna bilionária de Hitler?​

Por que o Polo Norte Magnético da Terra está migrando do Canadá para a Rússia​

Retratos da Real Beleza: você é mais bonita do que pensa ser

Fotógrafo brasileiro retrata as mudanças no rosto dos amigos após 3 taças de vinho

Viagem ao Centro da Terra: o buraco mais profundo já cavado na história

Desmatamento na América do Sul está mais lento, segundo a ONU

Qual é a diferença entre distanciamento, isolamento, quarentena e lockdown​

Imagine a miséria pós-pandêmica das viagens de negócios​

C5 pontos para entender o pensamento de Maquiavel

Insônia: como dormir bem em tempos de quarentena e pandemia

O que será das viagens aéreas após a pandemia do coronavírus​

Dicas de um astronauta da NASA para enfrentar o isolamento; veja vídeo​

Como Einstein, um físico totalmente apaixonado pela ciência, organizava seu tempo

Superação: com livros achados no lixo, ex-diarista entrou na faculdade de Direito e virou PM

Ao divulgar vídeos de fenômenos aéreos, Pentágono disparou o interesse pelos OVNIs​

Dr. Arthur Guerra: "A quarentena está mudando a nossa relação com o álcool"

O que diz um dos "pais" da internet sobre como nos proteger da obsolescência digital

 Paleontologistas revelam 'o lugar mais perigoso da história do planeta Terra' ​

Combate à fome no mundo: Covid-19 pode causar retrocesso de 20 anos

Pink Floyd: acesso gratuito a shows clássicos como Pulse de 1994; na íntegra​

Mapa compara o tamanho dos estados brasileiros à extensão de outros países​

A designer Becca Saladin interpreta como seriam os rostos da realeza do passado​

onheça as obras hiper-realistas de Samuel Silva, feitas apenas com esferográficas​

Conheça o trabalho da fotógrafa que captura sonhos com sua lente​

Tatiana Cobbett lança novo single do seu álbum "Lá & Cá"​

Veja os vídeos dos Beatles com as suas10 músicas mais ouvidas de todos os tempos

Uma história de quem apostou no velho vinil e encontrou um novo mercado

Observatório Edge: o mais alto mirante a céu aberto de Nova York e do hemisfério ocidental​

Invenções criadas por mulheres – e que nem sempre foram reconhecidas como tal​

Metade das praias do planeta pode sumir até o fim deste século, diz estudo​

Nasa recriou em 4K o que os astronautas da Apollo 13 viram ao contornarem a Lua​