• C7254ed4360408af
  • Cbdafb20fcfaf460
10 de Julho de 2020

Icone show ciencia tecnologiaCiência & Tecnologia

Edição: Hugo Julião
19:06
28/06/2020

Reconstrução facial mostra como era homem pré-histórico encontrado na Suécia

Em 2011, arqueólogos sueco encontraram crânios humanos montados em estacas em um cemitério de 8.000 anos, representando um comportamento raramente visto entre caçadores-coletores pré-históricos.

Uma incrível reconstrução facial auxiliada por computador finalmente coloca um rosto em um desses crânios.

O artista forense sueco Oscar Nilsson criou essa impressionante reconstrução usando uma réplica do crânio de 8.000 anos de idade, que pertencia a um homem mesolítico (período de 13.000 a 9.00 a.C) que morreu nos seus 50 anos.

Usando pistas derivadas da arqueologia e da genética, Nilsson procurou criar um retrato preciso desse caçador-coletor pré-historico, cuja cabeça foi montada em uma estaca de madeira após sua morte.

Pesquisadores da Universidade de Estocolmo e da Fundação do Patrimônio Cultural encontraram o crânio original, juntamente com vários outros, em 2011 em Kanaljorden, perto do rio Motala Ström.

A0c22da6a2d1d1a2

À esquerda: reconstrução facial do homem mesolítico da Suécia. À direita: seu crânio, no qual a reconstrução foi baseada. (Crédito: Oscar Nilsson/S. Gummesson et al., 2018)

Os restos de 10 pessoas — nove adultos e um bebê — foram encontrados empilhados sobre uma espessa camada de pedras grandes.

Todos os crânios adultos exibiram sinais de trauma causado por força bruta antes da morte, o que pode explicar como eles morreram.

Alguns crânios, incluindo o que foi reconstruído, tinham evidências de lesões passadas que foram curadas. Não foram encontradas mandíbulas no local.

Estranhamente, três crânios adultos do sexo masculino exibiram sinais e traumatismo agudo após a morte, de maneira consistente com os crânios montados em estacas.

E, de fato, um dos espécimes ainda tinha uma estaca de madeira saindo do crânio.

Esse foi um ritual estranho pós-morte para caçadores-coletores e não algo comum até a Idade Média.

411cfd9f164e19ee

Reconstrução facial de homem encontrado em Kanaljorden, na Suécia. Crédito: Oscar NilssonReconstrução facial de homem encontrado em Kanaljorden, na Suécia (Crédito: Oscar Nilsson)

Dois anos atrás, Nilsson foi contatado por arqueologistas para fazer a reconstrução facial.

Como Nilsson explicou ao blog Gizmodo, seu primeiro passo foi digitalizar o crânio e gerar uma réplica 3D.

Além do crânio, Nilsson usou evidências colhidas no DNA do homem, incluindo seu haplogrupo (que pode indicar sua ancestralidade), além de cabelos, olhos e cor da pele.

A mandíbula do crânio estava faltando, exigindo que Nilsson calculasse suas dimensões prováveis com base no crânio, que ele descreveu como um “trabalho desafiador”.

Nilsson contou com evidências arqueológicas na forma de mandíbulas pertencentes a javalis, alces, ursos, texugos e outros restos de animais encontrados em Kanaljorden.

“Minha ideia aqui é que esses animais eram muito importantes para essas pessoas, como totens ou animais espirituais.

“Esse cara está conectado com javalis, ele usa a pele de javalis e seu penteado é inspirado nesses animais.

É puramente especulativo, mas uma descoberta tão específica e dramática exige uma interpretação correspondente”

F1cafe77342595ec

Reconstrução 3D do rosto do crânio encontrado na Suécia (Crédito: Oscar Nilsson)

O artista forense também adicionou um pouco de tinta branca no peito do homem, uma prática conhecida entre os povos da idade da pedra.

Sobre a razão por que o homem tinha uma estaca de madeira na cabeça, isso continua sendo uma questão em aberto. 

"Quanto ao manuseio dos corpos após a morte e à montagem de cabeças em estacas de madeira, isso é definitivamente estranho.

Os caçadores-coletores mesolíticos não são conhecidos por remover partes do corpo assim; seus túmulos mostram respeito pela integridade corporal após a morte.

Dito isto, grupos que apareceram muito mais tarde na história decapitaram seus inimigos, às vezes usando os crânios dos vencidos como troféu ou aviso.

Exemplos históricos incluem colonos europeus montando as caveiras de povos indígenas assassinados, ou povos indígenas usando caveiras em rituais de enterro e como exibição de troféus.

Não está claro qual era o contexto neste caso. Tudo o que sabemos é que, por qualquer motivo, essas cabeças foram montadas em estacas, deixadas ali por um período relativamente curto de tempo e, em seguida, deliberadamente colocadas para repousar no lago raso das pedras."

37b148099aef55d6

“O fato de dois crânios terem sido montados sugere que eles estavam em exibição, no lago ou em outro lugar”, disse a arqueóloga Anna Kjellström, da Universidade de Estocolmo.

Em geral, os crânios sem mandíbulas foram escolhidos para a exibição.

“Como não encontramos nenhum trauma agudo mostrando tentativas ativas de separar a mandíbula inferior dos crânios, isso indica que os indivíduos provavelmente foram enterrados em outro lugar antes de serem colocados onde foram encontrados. Uma interpretação poderia ser que esse é um ato fúnebre alternativo”.

1dc3ee4edc1b6c63

Mais pesquisas serão necessárias para que os cientistas cheguem a uma conclusão mais definitiva.

Quanto à nova interpretação facial — que é exatamente isso, uma interpretação — está nos fornecendo um raro vislumbre do passado, lembrando-nos a humanidade das pessoas que viveram há tanto tempo.

Pode não ser perfeita ou totalmente precisa, mas essa reconstrução facial é bem-sucedida porque nos conecta melhor ao nosso passado, mesmo que esse passado tenha sido brutal às vezes.

Fonte: Gizmodo

4879bc9bd1b5baf4

MAIS NOTÍCIAS

Da Idade Média ao século 21: como pandemias ajudaram megacorporações a crescer ainda mais​

 

Nasa batiza sede em Washington com nome de primeira engenheira negra da agência

Brasil: parceria prevê o desenvolvimento de 100 milhões de vacinas para Covid-19

Viajantes do Brasil, EUA e Rússia devem ser impedidos de ir à União Europeia​

Novo coronavírus estava em Barcelona há 1 ano, diz estudo

'Levamos 12 anos para construir o Airbnb e perdemos quase tudo em semanas'

Voltam os voos da Azul entre Aracaju-Recife-Aracaju com novas conexões​

Médica de 88 anos passa 50 dias intubada em UTI, se cura da covid-19 e volta a fazer cirurgias​

Dark: terceira temporada da série chega à Netflix neste sábado (27); veja trailers

Bolsonaro anuncia professor e economista Carlos Alberto Decotelli como ministro da Educação

Empresa aérea low cost apresenta plano para atuar no mercado doméstico do Brasil

Veja as causas das 123.857 mortes registradas no mês de maio no Brasil​

Nem Cristo escapa: militante derrubaria estátuas “brancas”

Conheça alguns lugares impressionantes e enigmáticos do nosso sistema solar​

Por que pandemia está acelerando saída de idosos do mercado de trabalho​

Controlando certas palavras e abolindo outras, será possível refundar a natureza humana

Circuito Off Conexões entrevista Letícia Spiller; veja o programa

Uma breve história das máscaras faciais médicas

Reels é a nova tentativa do Instagram de fazer com o TikTok o mesmo que com o Snapchat

Grande terremoto atinge sul do México e provoca tsunami no Pacífico​

Echo Studio: alto-falante inteligente potente da Amazon chega ao Brasil por R$ 1.499​

Testes com vacina de Oxford contra Covid-19 começam em SP​

Franceses desafiam medidas de restrição e caem na festa; veja reportagem

 XP lança Xpeed School - educação financeira e empreendedorismo à distância​

Apostas esportivas poderão ser transferidas para iniciativa privada​

Por dentro do plano do bilionário Robert Smith por justiça econômica e racial nos EUA​

 

Alienígenas estão coletando partículas do Sol, garante ufólogo; fotos

Espanha reabre suas fronteiras e encerra estado de emergência​

Concursos públicos oferecem 9.737 vagas com salários de até R$ 18,7 mil

Humor | Depois de '...E o Vento Levou', contextualizem o mundo todo, por favor​

Com a marca OMO, Unilever estreia em franquias de lavanderias no Brasil​

Faturamento do turismo no Brasil desaba 55,4% em abril, pior resultado da série histórica​

Percorrer cidades turísticas de carro é opção em tempos de quarentena; experimente

Pesquisa indica que tipo sanguíneo interfere no risco de ter Covid-19​

Via Láctea pode ter até seis bilhões de planetas semelhantes à Terra

Casa futurista tem apenas 24,4 metros quadrados e abriga confortavelmente 4 pessoas

Como a Covid-19 impulsionou um império norte-americano de campings

Catar pretende inaugurar outros 2 estádios da Copa até o fim deste ano

Oxford: pesquisa vê dexametasona como grande avanço para tratamento da Covid-19​

Covid-19: vacina da AstraZeneca deve imunizar por 1 ano, diz presidente da empresa

Cientistas sugerem existência 36 civilizações inteligentes na Via Láctea​

Sebrae vai orientar pequenos negócios na retomada das atividades​

WhatsApp lança recurso de pagamento pelo aplicativo; Brasil é o primeiro com a novidade​

Turismo na pós-pandemia: viagens serão de carro, para destinos próximos​

 Anonymous Camera: aplicativo do iPhone esconde rosto, corpo e disfarça a voz

Golpes virtuais disparam com covid-19​

Bob Dylan fala sobre mortalidade, inspiração, pandemia e seu novo álbum​

Escavação da tumba de Tutancâmon: fotos tiradas em 1922 ganham cor​

Derrubando estátuas, regredimos às guerras religiosas do século 16​

Racismo, passado e futuro

Johnson & Johnson anuncia antecipação de testes com vacina contra Covid-19

Número de MEIs cresce em Sergipe durante a crise​

Europa teme 2ª onda precoce do coronavírus após protestos em massa​

Lenço aprovado pela Anvisa ajuda a combater novo coronavírus​

Comportamento do coronavírus na Ásia intriga cientistas​

Como a pandemia afeta o presente e o futuro das startups brasileiras​

Teletrabalho ganha força durante pandemia; até abril, 59 países já haviam adotado​

Manifestantes voltam a tomar ruas de Hong Kong​

Inmetro muda revisão obrigatória de taxímetros e reduz burocracia​

Assista à Terra girando em movimento de rotação em timelapse centralizado no céu

OMS diz que houve mal-entendido e que assintomáticos podem transmitir o vírus​

São Paulo: comércio de rua deve reabrir nesta quarta-feira (10) e shoppings na quinta​

Estreia do programa Circuito Off Conexões com entrevista de Tiago Abravanel; veja​

CONEXÃO TURISMO | Edição de 09 de junho​

Companhias já aderem ao home office permanente

Galaxy A11 e Galaxy A21s chegam ao Brasil com preços a partir de R$ 1.699​

Rio de Janeiro: Justiça suspende flexibilização do Estado e da Prefeitura​

IBM se une a centros de pesquisa para acelerar combate à Covid-19 no Brasil

Arábia Saudita nomeia pela primeira vez 53 mulheres no cargo de juízas​

Twitter e Facebook apagam post de Trump por infringir direitos autorais​

7 fatos sobre a Gripe Espanhola no Brasil​

Diário de oficial nazista revela a localização de tesouro nazista escondido na Polônia​

Os melhores apps do mês para Android e iOS​

O maior e mais antigo monumento da civilização maia é descoberto no México​

Rio de Janeiro reabre shoppings, bares, igrejas, estádios e pontos turísticos​

Com pandemia, Brasil registra abertura de mais de uma loja virtual por minuto

Latam pode demitir 700 pilotos no Brasil, Gol fecha acordo e Azul vê dias difíceis

Veja como os restaurantes estão reabrindo em alguns países

Como funcionarão os testes da vacina de Oxford contra a Covid-19 no Brasil

Autores de estudo publicado na Lancet contra a hidroxicloroquina retiram artigo​

Como Dinamarca e vizinhos nórdicos lidam com a reabertura pós-pandemia​

Despesas com juros do cheque especial podem cair R$ 7,2 bi em 12 meses

Três em cada quatro hotéis brasileiros devem retomar atividades em junho e julho​

Sergipanas recorrem mais que os homens ao ambiente digital para fazer negócios​

O novo mundo dos eventos de negócios

O futuro do cinema: há um cenário pessimista para o pós-pandemia​

Três empresas aéreas regionais anunciam retomada de voos no país​

10 livros intensos e envolventes para você ler rapidinho

"Supera Turismo Brasil": conheça o movimento lançado pelo trade turístico nacional​

Gol retoma o serviço de bordo em seus voos; veja também outras notícias do turismo​

O Céu em junho é ideal para observar Mercúrio e o centro da Galáxia; veja calendário​

Coronavírus: a Noruega se pergunta se deveria ter sido mais como a Suécia​

Transposição do São Francisco avança e água deve chegar neste mês ao Ceará​

Flexibilização do confinamento prossegue na Europa; veja reportagem

Alcoolismo feminino: iniciativas virtuais aparecem para ajudar na pandemia​

Covid Dreams: como a pandemia tem influenciado os nossos sonhos

Pandemia pode levar 86 milhões de crianças à pobreza até o final do ano

Luana Piovani fala sobre sexo e admite: ''Já dei muito por educação''​

Estudo mostra marcas mais consumidas do mundo; Coca-Cola lidera pelo 8º ano​

Paraguai e Uruguai: os 2 casos de sucesso no combate ao Covid-19 na América do Sul​

Tratamento com Hidroxicloroquina: Índia apoia uso profilático; França veta uso em hospitais

O que é o teleaborto, que vem crescendo nos EUA durante a pandemia

Michael Levitt, Nobel de Química:"lockdown" mata mais do que salva vidas

Picasso por 100 euros: a mulher que ganhou quadro de R$ 6,1 milhões em rifa

Firjan Senai oferece cursos de aperfeiçoamento para todo o país

Leandro Karnal: "Pelos que rastejam" (muitos gostariam de ter a vida que você tem)​

Os efeitos da Pandemia na maneira como as pessoas usam aplicativos de encontro

Startup que aluga apartamentos por hora explode na quarentena​

9 invenções que foram criadas muito antes do que você provavelmente imagina

Idosos se reinventam com ensino superior e driblam as dificuldades do isolamento