• 64b8e908edfa1d9c
  • 93d709bd3af58e68
28 de Abril de 2017

Icone show economia negociosEconomia & Negócios

Sebrae SE
20:54
18/04/2017

Capela passa a contar com Espaço do Empreendedor

 

No local serão oferecidas orientações e capacitações aos empresários da região

 

 

Os empresários de Capela contam agora com um importante apoio para o fortalecimento dos seus negócios. Por meio de uma parceria entre a Prefeitura local e o Sebrae foi inaugurado o Espaço do Empreendedor Capelense – Edilberto da Silva Ribeiro.

No local serão oferecidas ao público informações sobre gestão dos pequenos negócios, além dos serviços de formalização de microempreendedores individuais, abertura e encerramento de empresas, alteração do contrato social e nota fiscal eletrônica. Lá o público também poderá ter acesso aos cursos e palestras ministrados pelo Sebrae.

O Espaço recebe o nome de um dos principais comerciantes do município e fundador do primeiro supermercado da cidade. Esse é o 21 Ponto de Atendimento aos Empreendedores criado no estado e o primeiro na região do Alto Sertão. O prédio funciona em uma sala localizada na sede da Prefeitura.

O atendimento aos empresários será feito pelos Agentes de Desenvolvimento, profissionais capacitados pelo Sebrae e que tem como função planejar, executar e articular as políticas para a implementação da Lei Geral da Micro e Pequenas Empresas no município e criar uma articulação e mobilização em torno da causa do desenvolvimento local.

Para a prefeita de Capela Sivany Sukita, a criação do Espaço do Empreendedor faz parte de um conjunto de estratégias elaboradas pelo poder público municipal com o objetivo de facilitar a atuação dos pequenos negócios.

 

“É papel dos gestores públicos criar ações que possam fortalecer o trabalho realizado pelos empresários, pois são eles os principais geradores de emprego. Esse é um passo importante que estamos dando para estimular ainda mais o desenvolvimento da nossa cidade e prestar assistência aos nossos empreendedores”.

 

Termo de Compromisso
O Sebrae e a Prefeitura também firmaram um termo de compromisso para a implementação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas no município por meio da aplicação dos quatro eixos estratégicos: uso do poder de compras públicas, desburocratização, microempreendedor individual e agente de desenvolvimento.

Dentre outras funções, caberá ao Sebrae produzir conhecimento e informação qualificado, capacitar os agentes de desenvolvimento, orientar e capacitar os setores de compras, licitação e controle interno da Prefeitura e contribuir para a implementação do Plano de Compras do município.

Já a Prefeitura tem como obrigações a regulamentação e/ou implementação da Lei Geral, a nomeação dos agentes de desenvolvimento, a implantação do Espaço do Empreendedor, nomear os membros do Comitê Gestor Municipal da Lei Geral.

 

“Uma das metas desse termo é tentar facilitar ainda mais o acesso dos pequenos empresários às compras realizadas pelo município. Hoje cerca de 40% das empresas daqui já possuem algum tipo de relação comercial com a Prefeitura e o nosso objetivo é aumentar ainda mais esses números. As pequenas empresas desempenham um papel fundamental em nossa economia e em municípios do interior essa importância é ainda maior”, explica Pedro Gomes Fiscina, gerente da Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae em Sergipe.

  • 7e8955e6868f9553
  • 36552279ff0e4707
  • 0ea2e25a2edfc3c0
  • 35075df5cb5dadd3