• 38d00d7c80eef978
23 de Novembro de 2017

Icone show economia negociosEconomia & Negócios

Sebrae SE
20:02
05/09/2017

Programa busca estimular comércio varejista em Sergipe

 

Objetivo é elaborar políticas públicas que favoreçam o setor

 

Um programa desenvolvido pelo Sebrae e a Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) pretende melhorar o ambiente de negócios e estimular o crescimento do setor varejista em todo o Brasil.

A proposta foi apresentada nesta quinta-feira a empresários, gestores públicos e entidades de fomento ao empreendedorismo sergipanos durante evento na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Aracaju.

Denominada Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo, a iniciativa busca identificar, propor, disseminar políticas públicas e fortalecer as lideranças do setor.

Para alcançar esses objetivos, estão sendo realizados seminários em diversos estados brasileiros com o objetivo de identificar as demandas de cada região e buscar contribuições para as propostas que serão elaboradas.

 

“ Estamos buscando mostrar aos lojistas que não devemos apenas esperar que o poder público crie medidas que possam favorecer o comércio.

É preciso transformar os empresários em protagonistas desse processo, contribuindo para a elaboração de políticas e de um ambiente legal que facilite a atuação dos empreendedores”, explica o superintendente da CNDL, Everton Correia.

 

Sergipe foi o 15 estado a receber o evento. O convênio tem a duração de dois anos e prevê a realização de 44 seminários em diversos estados brasileiros. Ao final do projeto terão sido investidos R$ 3,5 milhões.

A CNDL é responsável por 30% do valor do convênio e os outros 70% ficam a cargo do Sebrae.

O Comércio Varejista representa 15% do Produto Interno Bruto, ainda que exista 22% na informalidade.

Conforme a CNDL, este segmento representa 450 mil empregos, espalhados por um milhão e cem lojas existentes em todo o país.

Proposições
Durante o seminário foram apresentadas 28 propostas de ações para ajudar a desenvolver o comércio no estado.

As sugestões incluíram medidas em áreas como segurança pública, mobilidade urbana, capacitações, acesso a crédito e mobilidade urbana.

Elas serão incorporadas às informações coletadas nos outros eventos e servirão como base para a sugestão de projetos de lei e decretos.

Em todo o país o comércio varejista vem passando por um de seus piores momentos nos últimos anos.

Em Sergipe, porém, a situação é ainda mais grave.

Somente no mês de junho, de acordo com pesquisa Mensal do Comércio do IBGE, o setor registrou uma queda de 5,5% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. No semestre a queda foi de 7,5%.

 

“ O comércio vive um momento muito difícil e é preciso fazer alguma coisa para retomar o crescimento.

O primeiro passo para reverter essa situação é propor ações que estimulem os empresários a investir e ajudem a aumentar o consumo. A

o reunir os principais representantes dessa cadeia estamos buscando dar a nossa contribuição para isso”, ressalta o presidente da CDL de Aracaju, Breno Barreto.

 

Um outro objetivo do programa é estimular o uso de ferramentas tecnológicas inovadoras por parte dos micro e pequenos empresários varejistas para aumentar a competitividade do setor.

A ideia é propagar informações sobre editais e programas de incentivo à inovação desenvolvidos por entidades em todo o país que possam ser acessados pelos empreendedores.

 

“ Hoje temos no mercado uma série de programas de incentivo à inovação.

O próprio Sebrae, por meio do Sebraetec, já vem atendendo ao longo dos últimos anos centenas de empresas do comércio ao longo dos anos.

É preciso que os empresários acompanhem os avanços tecnológicos e invistam na melhoria dos seus processos”, destaca o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Gilson Figueiredo.