• 684f35eaf23b3199
20 de Maio de 2019

Notícias

ASN
04:23
17/11/2015

Base do Samu no Aeroporto Santa Maria está pronta


Foto: Ascom/SES

 

Novo ponto conta com uma estrutura necessária para comportar uma Unidade de Suporte Básico (USB) e equipe com 14 profissionais

 

A nova base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe), localizada no Aeroporto Santa Maria, em Aracaju, está pronta. A obra seguiu dentro prazo, que tinha previsão de término para a segunda quinzena deste mês.

O novo ponto estará disposto na lateral do aeroporto e conta com uma estrutura necessária para comportar uma Unidade de Suporte Básico (USB) e equipe com 14 profissionais, sendo sete técnicos de enfermagem e sete condutores.

Por plantão, estarão em atividade: um técnico de enfermagem e um condutor. Além disso, a nova estrutura será contemplada com uma sala de repouso e copa.

 

 

“A Superintendência do Aeroporto de Aracaju tem apoiado a base do Samu em toda a estrutura. Somos grandes parceiros e a proposta é futuramente colocar uma Unidade de Suporte Avançado (USA)”, afirma a superintendente do Samu 192 Sergipe, Conceição Mendonça.

A instalação da base do Samu 192 Sergipe no Aeroporto acontece através de uma pactuação da Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Fundação Hospitalar da Saúde (FHS), com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).


Eficácia no tempo resposta

A mudança da base Samu 192 Sergipe do povoado Mosqueiro para o Aeroporto Santa Maria surgiu da necessidade de garantir mais eficácia no tempo resposta durante os atendimentos visando os fatores trajetos e tempo percorrido.

De acordo com Conceição, as equipes reguladoras do Samu constataram que, no período de um ano, 85% das ocorrências realizadas pela Unidade de Suporte Básico (USB) que se encontra no Mosqueiro estavam mais centralizadas nos bairros Atalaia, Augusto Franco, Santa Maria, conjunto Padre Pedro, 17 de Março e adjacências. 

“A mudança da estrutura garantirá mais qualidade  nos atendimentos, mas sem deixar de prestar assistência aos moradores da zona de expansão”, destaca a superintendente.