• 83ab251c9fc76cfb
11 de Dezembro de 2018

Notícias

Redação
17:51
12/06/2018

Defesa Civil vistoria Hotel Palace

Nesta terça-feira (12), o Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) visitou o Hotel Palace para verificar, in loco, o cumprimento das recomendações condicionantes à liberação do funcionamento parcial do prédio até que sejam concluídos os reparos exigidos.

Os técnicos fizeram uma análise estrutural para elaboração de um relatório solicitado em decisão proferida pela Justiça acatando o pleito dos condôminos, suspendendo a interdição programada para o dia 14 e concedendo mais 30 dias de prazo. 

88cff0319615d94f

(Fotos: Ascom/Seidh)

Inicialmente, os técnicos da Defesa Civil se reuniram com os condôminos e a empresa contratada para planejar a execução dos pontos recomendados pelo perito Emerson Meireles.

Logo após a reunião, uma vistoria geral foi realizada em todos os pavimentos do prédio, sendo avaliados os apartamentos com materiais combustíveis e solicitada a retirada imediata para o início das obras. 

A1b06768e4a8970c

De acordo com o secretário executivo da Defesa Civil, Major Queiroz, a preocupação atual é principalmente com o segundo pavimento, de propriedade da União, que guarda grande quantidade de material inflamável. 

“Estamos preocupados, mas já fomos informados que será feita a retirada. Também contatamos alguns moradores para que retirem os materiais combustíveis de cada um dos apartamentos, para que as obras tenham andamento”, disse.   

Ainda segundo o Major, as fiscalizações devem continuar durante todo o processo de execução das obras, originando relatórios que serão enviados ao Ministério Público. 

“A Defesa Civil irá avaliar, orientar e informar os envolvidos para que sejam evitados futuros sinistros, monitorando a eficácia das recomendações para que tudo ocorra da melhor maneira possível”, afirmou. 

Dd9dd306b738926e

Cleber Ferreira é proprietário de uma empresa localizada no complexo inferior do Palace, e comentou sobre o trabalho da Defesa Civil e as expectativas para realização correta dos reparos. 

“A gente só tem a agradecer ao trabalhado da Defesa Civil pelo apoio prestado a nós, condôminos. Estamos aqui para ajudar e realizar os paliativos solicitados pela Justiça, fazendo com que isso aconteça de maneira pacífica e rápida”