• Bf7590f77176cfc4
15 de Dezembro de 2019

Notícias

Redação
20:23
17/11/2019

Passagens aéreas devem ficar mais baratas durante a semana de Black Friday

Está pensando em passear ainda neste fim de ano? Então, um levantamento mostra que no período da  Black Friday, uma das principais datas do varejo internacional, pode ser uma excelente oportunidade para aqueles que desejam viajar em novembro e buscam preços mais acessíveis e atraentes. 

Segundo o estudo feito pela Kayak, maior ferramenta de planejamento de viagens do mundo, tudo indica que as passagens aéreas vão ficar mais baratas na semana da Black Friday, em comparação com as semanas anterior e seguintes à data.

2c5a16f16426ff9b

Isso porque, em 2018, as passagens para os 15 destinos mais visados pelo brasileiro ficaram, em média, 18% mais baratas na semana da Black Friday.

São Paulo, que lidera o ranking de destinos mais buscados pelo brasileiro, teve queda de 3,6% nos preços das passagens na semana da Black Friday de 2018. Salvador (-17,7%), Orlando (-17,5%) e Maceio (-15,8%) tiveram as baixas mais expressivas.

 

Datas comemorativas e feriados

Além disso, vale reforçar que as promoções de passagens não costumam contemplar as datas comemorativas e feriados do ano seguinte.

Ainda com informações do estudo, quem pretende viajar no Ano Novo ou no Carnaval, especialmente para destinos estrangeiros, deve começar a pesquisar preços com pelo menos cinco meses de antecedência.

Isso, porque as promoções de passagens aéreas da Black Friday costumam abranger viagens de verão — majoritariamente entre janeiro e março. Isso porque viagens mais próximas a semana da Black Friday já estão com passagens compradas, pois os consumidores se planejam com antecedência, na maior parte das vezes.

Além disso, o especialista Fleury comenta que as promoções para Natal, Ano Novo e feriados prolongados como Carnaval e Páscoa dificilmente são contempladas por preços mais atrativos, pois não é vantajoso para companhias e agências.

 “Datas como essas, tradicionalmente visadas pelos viajantes, têm uma demanda muito grande por passagens aéreas e, consequentemente, voos cheios, de modo que não é vantajoso para companhias e agência oferecê-las a preços promocionais”, disse.

*Com informações do Portal R7;