• 127bf8004e74890b
  • 1d0626f9990040f2
  • 3ec06118e051044c
23 de Abril de 2019

Saúde

Redação
16:17
08/04/2019

Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe terá início nesta quarta-feira (10)

Com Dia D para 4 de maio, a campanha contra a Influenza segue até dia 31 do mesmo mês.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência de Imunização, anuncia que em Sergipe são esperadas 562.414 pessoas a serem imunizadas e a meta mínima é de 90% o que corresponde a 506.173.

Abaixo dessa meta, basta uma única pessoa não imunizada para o risco de contágio.

A5802ef1805af00a

De acordo com os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS), o público prioritário que receberá a vacina é composto por crianças de 6 meses a menores de 6 anos, indivíduos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas até 45 dias do parto, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, adolescentes entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.

 “Nessa semana só vai para a Unidade Básica de Saúde tomar a vacina esse público. Nessa campanha não vamos trabalhar somente a Influenza, como o país está com cobertura baixa, inclusive Sergipe, vamos aproveitar esse momento para atualizar o cartão de vacinação. A criança que chegar e estiver com alguma vacina de rotina atrasada poderá ser vacinada. Vamos oferecer no momento todas as nossas vacinas”, explica.

Para as pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, Sândala traz uma orientação importante:

“Essas pessoas precisam comprovar, através de uma declaração do seu médico, que tipo de doente crônico é, se pneumopata, cardiopata, de acordo com a lista do Ministério da Saúde. É preciso levar essa declaração para a Unidade de Saúde no dia da vacinação. É importante que essas pessoas já procurem seus médicos e providenciem a declaração para vacinação porque, sem ela, o vacinador não poderá vacinar”, disse.

Fonte: ASN