• C7254ed4360408af
  • Cbdafb20fcfaf460
10 de Julho de 2020

Icone show tema livreTema Livre

Edição: Hugo Julião
10:15
07/06/2020

7 fatos sobre a Gripe Espanhola no Brasil

No dia 5 de junho de 2020 o número de mortes por Covid-19 no Brasil chegou a mais de 35 mil, ultrapassando a quantidade de óbitos por Gripe Espanhola quando a doença atingiu o país em 1918 (a população nacional da época era de aproximadamente 30 milhões de pessoas).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que a Grande Gripe tenha sido a pandemia mais mortal da história: foram 50 milhões de óbitos entre 1918 e 1920.

Saiba mais sobre como a Gripe Espanhola atingiu o Brasil há mais de um século:

F63cd1d0d8c4498f

Enfermaria do Rio de Janeiro em 1918 (Foto: Wikimedia Commons)

1. Os historiadores acreditam que a Grande Gripe chegou ao Brasil em setembro de 1918, quando passageiros do navio britânico Demerara, vindo de Lisboa, em Portugal, desembarcaram infectados em Recife, Salvador e Rio de Janeiro.

Acredita-se que no mesmo mês outros marinheiros que prestaram serviço militar em Dakar e estavam doentes tenham aportado também na capital pernambucada.

Pouco mais de suas semanas depois, outras cidades do Nordeste e de São Paulo reportaram casos da doença.

9ca3cfe250f96f2b

Rodrigues Alves (Foto: Wikimedia Commons)

2. Dentre as pessoas que adoeceram à época está Rodrigues Alves, que foi o quinto presidente do Brasil entre os anos de 1902 e 1906.

O político chegou a ser reeleito em 1918, mas cotraiu a Gripe Espanhola antes de tomar posse e foi substituído pelo vice-presidente Delfim Moreira, que, por sua vez, se tornou o primeiro presidente interino do Brasil.

Moreira permanceu na liderança do país de 15 de novembro de 1918 a 28 de julho de 1919 — uma das presidências mais curtas da história do nosso país.

Foi o responsável por conduzir o processo para a convocação de novas eleições gerais.

4279bf33802f4e2b

3. As receitas de "tratamentos infalíveis" se espalharam por aí durante a Gripe Espanhola.

Nos jornais, as páginas eram tomadas por cartas de leitores que indicavam pitadas de tabaco, balas de ervas e tônicos como remédios para a doença.

Além disso, outra recomendação era queimar alfazema ou incenso para "limpar o ar" — tudo sem comprovação científica.

Em São Paulo, particularmente, espalhou-se outro tratamento: uma mistura de cachaça, mel e limão que prometia curar a infecção.

A bebida soa familiar? Segundo os especialistas, foi nesta época que surgiu a Caipirinha, paixão nacional.

E20cb9de56749bfb

4. Um tratamento que se tornou particularmente popular quando a Gripe Espanhola atingiu o Brasil foi a ingestão de sal de quinino, um remédio então usado no tratamento da malária.

Mesmo sem comprovação científica de sua eficácia, a substância sumiu das prateleiras e, em certo ponto, passou a ser distribuída para a população.

 

5. De acordo com os historiadores, as autoridades brasileiras da época demoraram a agir: medidas de prevenção e de distanciamento social só foram tomadas quando a pandemia já acometera grande parte do país.

Dados da Fiocruz indicam que entre outubro e dezembro de 1918, período oficialmente reconhecido como pandêmico, 65% da população adoeceu.

Só no Rio de Janeiro foram registrados mais de 14 mil óbitos pela doença, enquanto em São Paulo ao menos 2 mil morreram.

9f905210ae650c51

Carlos Chagas (Foto: Wikimedia Commons)

6. Carlos Chagas, biólogo e satinarista que descreveu a Doença de Chagas, foi uma figura importante durante a pandemia de Gripe Espanhola.

O então presidente Venceslau Brás, que governou entre 1914 e 1918, convidou o especialista para liderar a campanha de combate à doença.

Além de apoiar pesquisas científicas, Chagas implementou cinco hospitais emergenciais e 27 postos de atendimento à população em diferentes pontos do Rio de Janeiro.

53f34abc59a8ac8a

Gripe espanhola no Rio, em 1918. Legenda da foto diz "multidão de pobres aguardando socorros" (Foto: Reprodução)

7. Também rolou quarentena durante a pandemia da Grande Gripe no Brasil.

No pico de contágio, escolas, lojas e postos de trabalho foram fechados para conter a disseminação da doença.

Já os campeonatos esportivos foram cancelados e adiados, tal como as apresentações artísticas.

Segundo relatos de cidadãos da época, o medo de sair nas ruas e ser contaminado era tão grande que os corpos dos mortos permaneciam por dias ou até semanas nas ruas.

Grande parte das vítimas da Gripe Espanhola foram enterradas como indigentes e em valas coletivas.

Com informações de Galileu

A7090ca0465ea16e

MAIS NOTÍCIAS

Diário de oficial nazista revela a localização de tesouro nazista escondido na Polônia​

Manifestações hoje em SP terão esquema reforçado de segurança

Os melhores apps do mês para Android e iOS​

O maior e mais antigo monumento da civilização maia é descoberto no México​

Rio de Janeiro reabre shoppings, bares, igrejas, estádios e pontos turísticos​

Com pandemia, Brasil registra abertura de mais de uma loja virtual por minuto

Latam pode demitir 700 pilotos no Brasil, Gol fecha acordo e Azul vê dias difíceis

Veja como os restaurantes estão reabrindo em alguns países

Como funcionarão os testes da vacina de Oxford contra a Covid-19 no Brasil

Autores de estudo publicado na Lancet contra a hidroxicloroquina retiram artigo​

Como Dinamarca e vizinhos nórdicos lidam com a reabertura pós-pandemia​

Despesas com juros do cheque especial podem cair R$ 7,2 bi em 12 meses

Três em cada quatro hotéis brasileiros devem retomar atividades em junho e julho​

Sergipanas recorrem mais que os homens ao ambiente digital para fazer negócios​

O novo mundo dos eventos de negócios

O futuro do cinema: há um cenário pessimista para o pós-pandemia​

Três empresas aéreas regionais anunciam retomada de voos no país​

10 livros intensos e envolventes para você ler rapidinho

"Supera Turismo Brasil": conheça o movimento lançado pelo trade turístico nacional​

Gol retoma o serviço de bordo em seus voos; veja também outras notícias do turismo​

O Céu em junho é ideal para observar Mercúrio e o centro da Galáxia; veja calendário​

Coronavírus: a Noruega se pergunta se deveria ter sido mais como a Suécia​

Transposição do São Francisco avança e água deve chegar neste mês ao Ceará​

Flexibilização do confinamento prossegue na Europa; veja reportagem

Alcoolismo feminino: iniciativas virtuais aparecem para ajudar na pandemia​

Covid Dreams: como a pandemia tem influenciado os nossos sonhos

Pandemia pode levar 86 milhões de crianças à pobreza até o final do ano

Luana Piovani fala sobre sexo e admite: ''Já dei muito por educação''​

Estudo mostra marcas mais consumidas do mundo; Coca-Cola lidera pelo 8º ano​

Paraguai e Uruguai: os 2 casos de sucesso no combate ao Covid-19 na América do Sul​

Tratamento com Hidroxicloroquina: Índia apoia uso profilático; França veta uso em hospitais

O que é o teleaborto, que vem crescendo nos EUA durante a pandemia

Michael Levitt, Nobel de Química:"lockdown" mata mais do que salva vidas

Picasso por 100 euros: a mulher que ganhou quadro de R$ 6,1 milhões em rifa

Firjan Senai oferece cursos de aperfeiçoamento para todo o país

Leandro Karnal: "Pelos que rastejam" (muitos gostariam de ter a vida que você tem)​

Os efeitos da Pandemia na maneira como as pessoas usam aplicativos de encontro

Startup que aluga apartamentos por hora explode na quarentena​

9 invenções que foram criadas muito antes do que você provavelmente imagina

Idosos se reinventam com ensino superior e driblam as dificuldades do isolamento

Os 13 livros e as séries que Bill Gates recomenda para 'escapar' de realidade da pandemia

Britânicos que produzem vacina farão testes com 10 mil adultos e crianças​

Latam retoma voos internacionais e 74 nacionais em junho; usuário terá mais flexibilidade

Pesquisa: uma a cada 6 crianças na Espanha teve depressão durante a pandemia​

Pesquisa: home office é aprovado por 80% dos gestores de empresas no país​

Confira as possíveis mudanças em viagens aéreas após a pandemia

Ministério do Turismo divulga cursos a distância gratuitos de instituições públicas

Azul elevará número de voos e destinos em junho

Premiê da Nova Zelândia propõe semana com 4 dias de trabalho para recuperar a economia​

Banco Mundial: pandemia pode empurrar 60 milhões para a extrema pobreza

Hoteleiras caem no ranking das maiores empresas de capital aberto do mundo

Saiba quais são os três setores que provavelmente sumirão por conta do coronavírus

Psiquiatras alertam para 'tsunami' de problemas de saúde mental em meio à pandemia

Descoberta em Marte: novas evidências de rios antigos encontradas no planeta

Drones: a tecnologia a favor da vida, entregando remédios e monitorando aglomerações

Cachorros também passam pela adolescência, diz estudo

O destinos das torres de escritórios após a pandemia

O que se sabe sobre o misterioso avião orbital da Força Aérea dos EUA

Unicef alerta: por restrições à circulação, mais de 6.000 crianças podem morrer por dia no mundo​

ONU: serviços de saúde mental devem ser parte essencial na pandemia; veja vídeo

Sebrae oferece consultorias gratuitas aos empresários

Fotógrafo dedica-se a registrar pessoas que parecem gêmeas, mas nem parentes são

ONU: interrupções em serviços de HIV podem causar 500 mil mortes adicionais por AIDS

Por que ver documentários sobre natureza pode fazer bem à mente na quarentena​

Os segredos da cidade "mais verde" do mundo; São Paulo ocupa surpreendente 5º lugar

Quem ficou com a fortuna bilionária de Hitler?​

Por que o Polo Norte Magnético da Terra está migrando do Canadá para a Rússia​

Retratos da Real Beleza: você é mais bonita do que pensa ser

Fotógrafo brasileiro retrata as mudanças no rosto dos amigos após 3 taças de vinho

Viagem ao Centro da Terra: o buraco mais profundo já cavado na história

Desmatamento na América do Sul está mais lento, segundo a ONU

Imagine a miséria pós-pandêmica das viagens de negócios​

5 pontos para entender o pensamento de Maquiavel

Insônia: como dormir bem em tempos de quarentena e pandemia

O que será das viagens aéreas após a pandemia do coronavírus​