• 83ab251c9fc76cfb
11 de Dezembro de 2018

Icone show turismoTurismo

Mtur
18:38
04/09/2018

Ceará vive novo boom na economia do turismo

A conquista de um centro de conexões internacionais no Nordeste, em operação desde maio deste ano, marca o início de uma nova fase no turismo cearense e transforma Fortaleza em um dos principais portões de chegada de estrangeiros ao Brasil.

Em um ano, o número de voos internacionais já confirmados vai triplicar.

Enquanto em 2017 eram 14 frequências semanais chegando de 8 origens, até abril de 2019 serão 48 ligações por semana, trazendo turistas de 14 cidades da América, Europa e África.

Af4f146600c8f7f7

Barracas da Praia do Futuro, tradicional ponto de movimentação da capital, Fortaleza (Foto: Jaque Queiroz/Banco de Imagens MTur)

O aumento no número de turistas estrangeiros está estimado entre 60 e 70 mil por ano. O incremento projetado para dois anos deve ser de cerca de 150 mil turistas de outras nacionalidades, metade do fluxo internacional atual, segundo a Secretaria de Turismo do Ceará (Setur-CE).

Para distribuir os passageiros dos novos voos dentro do Brasil, o estado passará a ter 40 voos nacionais diários da Latam e outros 40 da GOL até o fim deste ano. O número passará ao total de 50 voos para cada companhia até o fim de 2019.

Na avaliação do ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, a conectividade aérea é fundamental para descentralizar o fluxo interno de passageiros que chegam ao Brasil.

“A parceria de companhias aéreas nacionais e estrangeiras, via Fortaleza, facilita a chegada de turistas nos diversos destinos de todo o País, encurtando o tempo de viagem e atraindo visitantes também para as outras regiões. O turismo brasileiro se desenvolve, ainda mais, com a geração de empregos e renda para a população”, destacou Lummertz.

A primeira temporada de férias após o início das operações do hub da Air France/KLM/GOL e dos novos voos da Latam já mostra bons resultados para o turismo cearense.

Cerca de 440 mil turistas desembarcaram no Ceará, em julho, número 10,9% maior que o registrado no mesmo período de 2017, quando o Estado recebeu 396 mil visitantes de outros estados do Brasil.

A receita direta foi de aproximadamente R$ 1 bilhão, representando um crescimento de 14% em comparação a julho de 2017. Os dados são da Setur-CE.

Já o fluxo internacional no Aeroporto Pinto Martins, na capital, cresceu 60% em julho deste ano.

Foram 42 mil visitantes, 15,8 mil passageiros a mais que em julho de 2017, o maior índice já registrado desde o início da série histórica medida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) desde o ano 2000.

VEJA MATÉRIA COMPLETA