• 83ab251c9fc76cfb
11 de Dezembro de 2018

Icone show culturaLiteratura

Redação
10:16
02/06/2018

Confira uma seleção de livros para conhecer melhor o país que vai sediar a Copa

Se você nasceu a tempo de assistir o ursinho Misha chorar no melhor encerramento de Olimpíadas da história, a Rússia se tornou sinônimo de eficiência.

E mesmo que os recentes casos de doping tenham diminuído um pouco o brilho bolchevique nos esportes, o país ainda desperta a curiosidade de muitos. 

B1e435f4d34d03e5

Seja pelo folclore da Guerra Fria, pelo alfabeto completamente alheio ao modelo ocidental ou pelos grandes nomes da literatura e das artes.  

E, às vésperas da Copa do Mundo, desvendar o país é quase uma obrigação. 

Para entender melhor o universo vermelho, o Grupo Editorial Record tem uma série de títulos capaz de destrinchar o pensamento cirílico.

319a6f809049f34b

As entrevistas de Putin, Oliver Stone

Por dois anos, Oliver Stone fez uma ponte aérea EUA-Rússia e entrevistou o controverso presidente Vladimir Putin.

As conversas renderam não apenas um livro, mas um documentário.

Num clima ameno, em encontros que se deram ora em gabinetes ora em uma partida de pingue-pongue ou em meio a uma sessão de cinema, Oliver Stone conversou com o Putin sobre assuntos do cotidiano, como a sua relação com as filhas, genros e netos, mas também o questionou sobre temas controversos, como o preconceito contra a comunidade LGBT na Rússia.

263fb5a1d0404403

O ano vermelho (edição revista e ampliada), Luiz Alberto Moniz bandeira

Escrito no exílio de Luiz Alberto Moniz Bandeira e publicado originalmente em 1967, o ano vermelho retorna em edição revista e ampliada, com novos documentos e reflexões.

A primeira edição apresentou aos brasileiros os acontecimentos que colocariam, para sempre, a questão operária (ou social) no centro da agenda política e histórica do país.

Era o resultado da irrupção das relações capitalistas, a partir da segunda metade do século XX, da Abolição, da grande imigração e dos surtos econômicos que possibilitaram a primeira industrialização do país, especialmente durante a Primeira Guerra Mundial.

Este livro “magistral” – nas palavras do prof. Oswaldo Coggiola –, apresenta o significado do ano vermelho brasileiro para a incorporação do país à história política mundial e o modo pelo qual essa luta viria a condicionar as mudanças políticas posteriores

 

51bf046f4c414a9b

Lenin – Vida e obra (edição revista e ampliada), Luiz Alberto Moniz Bandeira

Mais que uma biografia, o livro analisa com profundidade o pensamento político do grande marxista e estadista estratégico russo, Vladimir I. Lenin.

Moniz Bandeira nos faz acompanhar os passos do jovem Lenin; os redutos dos movimentos sociais e políticos, a crise russa, a formação dos partidos social-democrata, socialista e comunista até a queda do regime czarista e a vitória da revolução, a guerra civil, a invasão do território russo pelos

Aliados, a formação, contradições e dissidências do Partido Comunista (PC) e movimentos operário/camponês e trabalhadores nos primeiros anos da revolução.

O autor ressalta as contradições de um homem político cuja obra, ação e caráter individual iriam muito além da vontade férrea de luta pela mudança revolucionária.

O livro instiga o leitor a refletir sobre a crise da esquerda, ao trazer para a contemporaneidade, de forma nunca repetida, os fatos daquela que foi a maior revolução do século XX.

E1c0addcf23ef2b1

Bolshoi Confidencial, Simon Morrison

Mostra os embates e intrigas que delinearam a história de uma das mais importantes companhias de balé do mundo.

Revela como as tensões políticas, ideológicas e artísticas influenciaram a trajetória de um dos mais emblemáticos símbolos culturais da Rússia, que se confunde com a própria história do país.

4f64673d650afdbf

Uma história cultural da Rússia, Orlando Figes

Nesse livro monumental, Figes apresenta aos leitores os bordados folclóricos, as canções camponesas, os ícones religiosos e todos os costumes do cotidiano, desde a comida e a bebida até os hábitos de banho, passando pelas crenças sobre o mundo espiritual.

As personagens do historiador são múltiplas e diversas: vão de Tolstoi à serva Praskovia Sheremeteva, que se tornou a primeira estrela da ópera russa e chocou a sociedade quando casou com seu mestre, o conde Nikolai Petrovich, quase vinte anos mais velho.

46719bdba537c657

Trotski – Uma biografia, Robert Service

Respeitado autor de biografias e livros históricos, Robert Service apresenta um trabalho primoroso de pesquisa sobre a vida pública e privada do político e filósofo, que foi um dos principais responsáveis pela construção do Exército Vermelho. 

Na primeira biografia de Trotski escrita fora da Rússia por um autor que não é trotskista, o líder soviético é revelado como uma figura egocêntrica, de poucos amigos e com personalidade obsessiva.

A obra analisa, entre outros temas, suas contribuições na Revolução de 1917, suas diferenças com Lenin, a ruptura com Stálin e os anos no exílio.

Ffe1aa90499388ab

A maldição de Stalin, Robert Gellately

Baseado em documentos originais russos e em outras fontes do Leste Europeu, Gellately examina o papel central de Stalin na implementação do comunismo.

Ele mostra também como a filosofia marxista-lenista servia de fundamento para o ditador na vida política, nas estratégias militares e em seus valores pessoais, o que contraria a posição de estudiosos que defendem que ele teria se tornado um psicopata e que simplesmente gostava de matar.

Com informações do Blog da Editora Record