• B441fe6bdc554625
  • 5bacf7132047cd21
31 de Março de 2020

Icone show culturaCultura & Variedades

Hugo Julião
11:41
29/03/2020

Leia artigo de Steven Taylor, autor do livro "A Psicologia da Pandemia"

Passei anos estudando a psicologia das pandemias. Isto é o que você precisa saber sobre Covid-19

No início de 2019, fiz várias previsões sobre a próxima pandemia - e quase todas elas se tornaram realidade

Por Steven Taylor

7a0e7de49bf1f59f

Steven Taylor, autor do livro The Psychology of Pandemics (ainda sem tradução para o português), é psicólogo e professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá  | ©Divulgação

Se a pandemia do Covid-19 parece irreal para você, foi duplamente surreal para mim.

Por quase dois anos, eu estava trabalhando em um livro intitulado The Psychology of Pandemics, publicado em dezembro de 2019.

Poucas semanas após a publicação, o Covid-19 surgiu e a propagação da infecção atingiu proporções pandêmicas.

No capítulo final do meu livro, eu tinha uma seção intitulada "Um retrato da próxima pandemia".

Virtualmente tudo descrito nesse capítulo já aconteceu.

Esse capítulo foi originalmente escrito mais de um ano antes do mundo encontrar o Covid-19.

99bf8aa24c406aad

Este artigo foi publicado originalmente no The Independent, jornal on-line britânico. Fundado em 1986 como um jornal matutino independente, ele deixou de ser produzido em sua versão impressa em março 2016.

O livro foi profético, como algumas pessoas afirmam?

Na verdade, não - foi baseado em pesquisas.

Mas aqui está a história de fundo.

Sou psicólogo clínico e professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Colúmbia Britânica.

Trato pacientes, ensino estudantes de medicina e conduzo pesquisas.

Ao longo de minha carreira de 30 anos, meus interesses clínicos e de pesquisa se concentraram em transtornos de ansiedade e problemas relacionados.

Isso inclui ansiedade com a saúde, que anteriormente era chamada de hipocondria.

As pessoas que estão altamente ansiosas com sua saúde - os chamados hipocondríacos - podem ser difíceis de tratar, mas, mesmo assim, a hipocondríase sempre me fascinou.

As pessoas com esse tipo de problema estão excessivamente preocupadas com sua saúde, mesmo que seus médicos garantam, muitas vezes repetidamente, que sua saúde está boa.

Meus colegas e eu tratamos pacientes com esses problemas e publicamos artigos e livros de pesquisa sobre como ajudar pessoas que sofriam de preocupações debilitantes sobre sua saúde.

Cf7bf5992f5ceef3

©Getty Images

Em meio ao meu trabalho clínico e de pesquisa sobre hipocondria, continuei encontrando relatórios em jornais declarando que a próxima pandemia estava chegando.

Isso me preocupou. Como meus pacientes reagiriam a tal calamidade?

Então, comecei a pesquisar pandemias passadas, tentando entender como as pessoas reagiam e lidavam com a ameaça de infecção.

Quanto mais eu lia sobre pandemias, mais percebia que elas são essencialmente fenômenos psicológicos.

As pandemias não eram apenas sobre alguns vírus que infectavam pessoas.

As pandemias foram causadas e contidas pela maneira como as pessoas se comportaram.

As pandemias são controladas apenas quando as pessoas concordam em fazer coisas específicas, como cobrir a tosse, lavar as mãos, obedecer ao distanciamento social e vacinar-se, se a vacina estiver disponível.

Se, por várias razões psicológicas, as pessoas se recusarem a fazer essas coisas, a pandemia continuará se espalhando.

760f88b393653ad3

Quanto mais eu pesquisava a psicologia das pandemias, mais percebia que a psicologia é importante na maneira como a sociedade reage às pandemias.

Nas pandemias anteriores, houve racismo, corrida às compras, pessoas preocupadas se aglomerando nos hospitais e outras angustiadas com o auto-isolamento e outras formas de distanciamento social.

Tornou-se evidente que a psicologia era extremamente importante para entender como as pessoas lidam ou reagem à ameaça de infecção pandêmica.

E, de fato, vimos todas essas coisas na atual pandemia de Covid-19.

Enquanto escrevia meu livro, antes de o mundo encontrar o Covid-19, percebi que estava em busca de alguma coisa.

Que eu saiba, ninguém jamais juntou todas as peças.

Ou seja, ninguém jamais examinou todas as maneiras pelas quais a psicologia era importante para entender e superar as pandemias.

Passei dois anos profundamente imerso neste projeto, reunindo pesquisas e informações históricas de diversas especialidades científicas e inúmeras pandemias.

Eu estava convencido de que esse era um projeto importante, porque os virologistas previam que a próxima pandemia ocorreria em breve.

Portanto, era importante entender a psicologia das pandemias, a fim de encontrar maneiras de ajudar as pessoas e as sociedades em geral a controlar a propagação do contágio e a lidar com o sofrimento emocional associado às pandemias.

Eade4e38a96d0305

Eu gosto de ser proativo e antecipar problemas antes que eles aconteçam.  Essa é uma das razões pelas quais escrevi "A Psicologia das Pandemias".

Vamos estar preparados; a próxima pandemia está chegando.

Então, enviei minha proposta de livro de pandemia ao meu editor no início de 2019, cerca de 10 meses antes do surto de Covid-19.

Ele rejeitou minha proposta, dizendo-me que "ninguém leria o livro".

Desiludido, tentei explicar que as pessoas são míopes; nos concentramos apenas no que está imediatamente à nossa frente e tendemos a ignorar os problemas de longo prazo.

Meu editor não estava convencido.

Então, enviei meu livro para outra editora e, como o destino o fez, o livro foi publicado algumas semanas antes do surto de Covid-19.

673d32483884ed4c

No capítulo final do livro, na seção intitulada “Um retrato da próxima pandemia”, pude prever uma imagem bastante precisa do que aconteceria com o Covid-19.

No entanto, eu entendi algumas coisas erradas.

Eu tinha assumido que a próxima pandemia seria um vírus influenza em vez de um coronavírus.

E quem teria previsto a compra em pânico do papel higiênico? Isso só foi explicável em retrospectiva.

Há algumas previsões no livro que ainda precisam ser testadas: espero que nesta pandemia, como as pandemias passadas, haja um aumento no altruísmo, em que as pessoas se reúnam e se apóiam, na medida do possível.

Mas estou preocupado que nesta pandemia, quando uma vacina estiver disponível, as pessoas não se incomodem em ser vacinadas.

Esse foi um problema nas pandemias anteriores.

Não podemos proteger os membros mais vulneráveis ​​da nossa comunidade se não formos vacinados - e, ao sairmos do outro lado deste desastre humanitário, isso é algo que todos precisamos ter em mente.

__________________

Ano: 2015

Bill Gates: A próxima epidemia? Não estamos preparados

Em 2014, o mundo evitou uma terrível epidemia global do Ebola, graças a milhares de generosos profissionais de saúde e, francamente, graças também a muita sorte.

Em retrospectiva, sabemos o que deveríamos ter feito melhor.

Então, Bill Gates sugeriu que era a hora de colocar todas as nossas boas ideias em prática, de planejamento de cenários a treinamento de profissionais de saúde.

Ele disse: "Não há razão para pânico, mas precisamos nos apressar".

E o que fizemos? NADA!

 

________________

393932b502f8ea17

MAIS NOTÍCIAS

Capas com as manchetes dos principais jornais nacionais desta quarta (25)​

EUA: sai acordo para aprovar pacote de US$ 2 trilhões para socorrer a economia do país

Corte de energia, por inadimplência, está suspenso por 90 dias em todo o país​

Brasil registra 200 casos de tuberculose por dia e mais de 4 mil mortes por ano​

Governo pede reconhecimento de estado de calamidade; Alese deve votar nesta quarta 

Campina Grande adia para outubro o Maior São João do Mundo

Uma breve análise sobre o livro "Alexandre, o Grande"​

Distanciamento social está aproximando as pessoas, conclui estudo​

China reabriu mais de 500 cinemas no fim de semana​

Anvisa aprova três novos testes de Covid-19; agora são 11​

Uefa adia finais da Liga dos Campeões e da Liga Europa​

Brasil restringe entrada de estrangeiros no país por 30 dias​

Bolsonaro anuncia suspensão de dívidas e ajuda financeira a estados​

Sebrae Resposta | Uma comunidade de empreendedores brasileiros​

Netflix: sinopses e trailers de 09 filmes de suspense para você assistir​

Lojistas do Riomar Shopping doam respirador mecânico para a Prefeitura de Aracaju​

Tempos de solidariedade: vizinha assume aluguel de livraria de Porto Alegre​

Dona das Casas Bahia fecha mais de 1.000 lojas no Brasil devido ao coronavírus​

BNDES anuncia injeção de R$ 55 bilhões na economia para evitar demissões

Saúde pode autorizar cloroquina para pacientes graves até dia 24​

Coronavírus: IBGE mostra alto índice de aglomeração em residências carentes​

Neste domingo, Dia Mundial da Água, mais de três bilhões não têm acesso a água e sabão​

Governo usará laboratório do Exército para produzir cloroquina​

Netflix: 10 filmes para assistir durante a quarentena

Governo Federal pretende distribuir 10 milhões de testes do novo coronavírus​

Globo decide afastar jornalistas com mais de 60 anos por causa do coronavírus

Itamaraty: brasileiros que estavam retidos em Marrocos embarcaram para o Brasil​

Azul também libera passagens para médicos atuantes no combate ao coronavírus​

O Boticário doa 1,7 tonelada de álcool gel para a saúde pública​

Gol vai ceder passagens gratuitas a profissionais de saúde na luta contra o coronavírus​

Supercomputador da IBM identifica substâncias que pode conter avanço do Covid-19​

Veja MAPA em TEMPO REAL dos casos de coronavírus em cada país​

Em casa? 
Aproveite e veja os vídeos dos Beatles com as suas10 músicas mais ouvidas de todos os tempos

OMS diz para África se preparar para o pior​

Sebrae: "Como sua empresa pode reagir ao coronavírus?"

Sebrae amplia atendimento ao público no ambiente digital​

Aviso: show de Vanessa da Mata em Aracaju é adiado​

Clientes do cinco maiores bancos podem pedir prorrogação de dívidas; veja como​

Sebrae identifica setores mais afetados pela crise do Coronavírus

INSS suspende atendimento por 15 dias para conter coronavírus​

Pesquisadores observam pela primeira vez a resposta imunológica ao coronavírus

Para 70% dos japoneses, Olimpíadas serão adiadas​

Médico infectado com Covid-19 diz como são os sintomas dia após dia​

Entenda a diferença entre Covid-19, resfriado e gripe​

Saiba tudo sobre o novo coronavírus e a doença que ele provoca​

Pesquisa: população é favorável às concessões de parques para a iniciativa privada​

Inscrições em cursos online do Sebrae alcançam número recorde​

Uma história de quem apostou no velho vinil e encontrou um novo mercado

Três fatores que tornam o home office mais produtivo do que trabalhar no escritório​

Estes são os países com mais "super-ricos" no mundo​

Pequenos negócios são maioria entre as Indicações Geográficas brasileiras​

Projeto Petrobras Cultural para Crianças tem inscrições abertas​

Observatório Edge: o mais alto mirante a céu aberto de Nova York e do hemisfério ocidental​

Itamaraty estima que até 90 mil brasileiros estejam no norte da Itália​

Invenções criadas por mulheres – e que nem sempre foram reconhecidas como tal​

Brasileira desenvolve técnica para criar neurônios em laboratório​

ONU: 90% da população mundial tem preconceito contra mulher​

Carro elétrico da Fiat com autonomia de 320 km chega ao Brasil em 2020​

Metade das praias do planeta pode sumir até o fim deste século, diz estudo​

Nasa recriou em 4K o que os astronautas da Apollo 13 viram ao contornarem a Lua​

Carteira Digital de Trânsito passa a permitir indicação de condutor​

Embrapa desenvolve sensor que avalia grau de maturação de frutas​

Especialista recomenda quatro chás caseiros para desinchar​