• 83ab251c9fc76cfb
16 de Novembro de 2018

Icone show culturaLiteratura

Blog da Record
08:04
28/04/2018

O preto que falava Iídiche | Nei Lopes | Record

Com esta obra, tanto como nas coletâneas “Vinte contos e uns trocados” e “Nas águas desta baía há muito tempo”, como no romance “Rio Negro, 50”, também publicados pela Editora Record, Nei Lopes enriquece a ficção brasileira com grande elenco de protagonistas negros

Fd2f672337a02929

QUEM É NEI LOPES | ENCICLOPÉDIA ITAÚ CULTURAL (Crédito: Blog da Record)

A partir do relacionamento apaixonado, fortuito e proibido do preto inteligentíssimo Nozinho, que falava até iídiche, com a bela e branca judia Rachel, o romance enlaça as vivências e memórias das origens do escritor com as de outro grupo historicamente marcado pelo racismo, o das comunidades judaicas. 

48c7acf544dcb090

Neste “O preto que falava iídiche”, Nei Lopes, nascido numa família do subúrbio carioca formada na primeira década do século XX, prossegue com seu instigante propósito literário

E o faz, como sempre, associando leveza e humor a reflexões profundas sobre arte, religiosidade e costumes. Da Praça Onze carioca ao East River nova-iorquino, passando pela Bahia, Porto Alegre e a distante Etiópia.