• F9fb45c18d8bfc00
  • 117370fc98312d4c
  • 5b7ad8a92a7264b8
23 de Outubro de 2020

Icone show culturaHistória

Hugo Julião
11:58
13/05/2020

Quem ficou com a fortuna bilionária de Hitler?

Quando Herman Rothman, um judeu alemão que trabalhava para o serviço de inteligência do Reino Unido, foi acordado por um telefonema em uma madrugada de 1945, não tinha a menor ideia de qual seria sua missão.

Naquele momento, ele não sabia que as autoridades britânicas tinham acabado de prender um oficial nazista chamado Heinz Lorenz por usar documentos de identificação falsos.

Lorenz fora assessor de imprensa do ministro da propaganda do Terceiro Reich, Joseph Goebbels.

Ao examinarem sua jaqueta, no interior das ombreiras, os policiais encontraram alguns documentos que o secretário pessoal de Adolf Hitler, Martin Bormann, havia pedido a Lorenz que retirasse de Berlim.

Tratavam-se do testamento e do último desejo do líder nazista.

330546e2f2c07b5c

Apesar de promover imagem frugal junto à sociedade alemã, Hitler amealhou fortuna com direitos autorais de seu livro Minha Luta

Coube a Rothman e a outros quatro homens traduzirem os documentos em extremo sigilo, disse ele a jornalistas quando publicou seu livro, Hitler's Will (O Testamento de Hitler), em 2014.

Por serem todos judeus, consideraram irônico estarem entre os primeiros a ler o que Hitler — que queria exterminá-los a qualquer custo — tinha em mente.

 

Legado sem fortuna?

Em seu último testamento político, Hitler expunha suas motivações sobre o que fez e o que ainda planejava fazer, todas pontuadas por expressões de seu ódio implacável aos judeus.

Também detalhou como seria o governo que o sucederia, além de nomear um novo gabinete.

Mas em relação a seus bens, não havia muitos detalhes.

____________________

"O que possuo, pertence — se tiver algum valor — ao Partido, se este já não existe, ao Estado, se o Estado também for destruído, nenhuma outra decisão minha é necessária."

_____________________

Esses foram os desejos declarados por Hitler em outro documento no qual ele registrou seu último testamento, que ditou e assinou em Berlim, junto com seu testamento político, em 29 de abril de 1945, às 4h em ponto. No dia seguinte, suicidou-se.

4b7182f593a75ad1

Nesta rara fotografia, Adolf Hitler aparece em sua cela na prisão de Landsberg, quando ainda era um preso político sem importância

Coleções de pintura que havia adquirido, "nunca foram coletadas para fins privados, mas apenas para a extensão de uma galeria em minha cidade-natal de Linz, no Danúbio", disse.

E seus objetos de "valor sentimental ou necessários para levar uma vida simples e modesta" deixou a seus parentes e "fiéis colegas", como sua governanta, Anni Winter.

Parecia que, no momento de sua morte, aquele que comandou a Alemanha nazista durante mais de uma década deixara poucas posses materiais, o que coincidia com a imagem frugal que costumava promover.

 

Vida frugal?

A percepção do público era de que Hitler não dava muito valor ao dinheiro e tampouco mostrava sinais de que vivia com ostentação.

No entanto, os tradutores ficaram surpresos ao descobrirem que o poderoso líder parecia ter tão pouca riqueza.

E1133660d6a88fe3

Falta de informações confiáveis torna muito difícil a tarefa de estimar fortuna de Hitler

"Sempre imaginamos que ele tivesse uma grande fortuna", disse Rothman.

E eles estavam certos.

Hitler por muito tempo descreveu sua pobreza e dificuldades quando era artista em Viena antes da Primeira Guerra Mundial, mas acumulou uma considerável fortuna ao longo de sua vida.

No entanto, é difícil estimar exatamente seu patrimônio.

Investigações, documentários e relatórios calcularam o montante incluindo ou excluindo diferentes fontes de renda, desde pagamentos pelo uso de sua imagem em selos postais até contribuições feitas por empresários ou corporações.

O escritor Cris Whetton foi um dos que se lançaram nessa missão, que deu origem ao livro Hitler's Fortune (A Fortuna de Hitler), publicado em 2005.

Segundo ele, até mesmo obter o valor corrigido dos reichsmarks (a moeda da Alemanha na época) em euros ou em dólares é uma tarefa difícil.

Mas Whetton chegou a um resultado.

"Em 24 de abril de 1945 (...), seis dias antes de seu suicídio em Berlim, Adolf Hitler era o homem provavelmente mais rico na Europa, com uma fortuna de 1,35 bilhão a 43 bilhões de euros em valores de 2003", disse.

A enorme diferença entre as duas quantias reflete a dificuldade de se precisar o tamanho de sua fortuna.

Mas não só isso.

1ed6624bac1fc0c3

Ao longo dos anos, informações sobre contas ligadas a Hitler surgiram em outros países, como a Suíça

A falta de evidências concretas levanta outra questão, sobre o paradeiro de sua riqueza, com os mais de US$ 350 milhões encontrados em contas a partir de uma investigação conduzida pelo serviço de inteligência dos Estados Unidos, segundo documentos que vieram a público décadas depois.

Ao longo dos anos, informações sobre contas ligadas a Hitler surgiram em outros países, como a Suíça.

Mas fica difícil rastrear esse dinheiro atualmente, pois, como nunca teria sido pleiteado, já deve ter sido confiscado pelo governo suíço.

No entanto, há algumas informações sobre as finanças do Führer sobre as quais muitas fontes concordam.

F29c226bda29bdd4

Adolf Hitler em um pôster publicitário de seu livro 'Mein Kampf' (1925) na rua de uma cidade alemã

Minha Luta

Os bens de Hitler incluíam uma casa nos Alpes da Bavária, chamada Berghof, e um apartamento em Munique.

Mas o que tornou aquele filho de um funcionário da alfândega que queria ser artista em multimilionário foi, na verdade, seu livro.

Hitler começou a ditar algo para Rudolf Hess (que se tornaria o segundo na hierarquia nazista) em 1924, enquanto cumpria uma pena de prisão por uma tentativa de golpe de Estado, o fracassado Putsch da Cervejaria em Munique, quando ele e seu partido, o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães, tentaram tomar o poder no sul da Alemanha.

Uma das razões de Hitler para escrever Mein Kampf (Minha Luta) era usar os royalties do livro para pagar os honorários de seu advogado.

F473bdcb2ac214a2

Cópia de Mein Kampf assinada pelo próprio Hitler

Originalmente, intitulou sua obra "Uma luta de quatro anos e meio contra a mentira, estupidez e covardia".

Mas Max Amann, um oficial do Partido Nazista, confidente de Hitler e diretor da editora Franz Eher Nachfolger, em Munique, sugeriu um título muito mais conciso, Mein Kampf ou Minha Luta.

A editora publicou as primeiras 400 páginas em 18 de julho de 1925 em um primeiro volume, com o subtítulo "Retrospectiva".

O restante foi publicado em um segundo volume, "o Movimento Nacional Socialista", em 10 de dezembro de 1926.

Toda a obra foi republicada em uma edição popular de um único volume em maio de 1930.

1e266ac694bf05b9

Livro como presente de casamento

No início, as vendas de Mein Kampf eram relativamente modestas: em 1925, totalizaram 9.000 cópias.

Mas, à medida que Adolf Hitler ascendeu como político, sua popularidade como autor explodiu.

Em 1930, o Partido Nazista de Hitler tornou-se o segundo maior partido político da Alemanha. Naquele ano, o número de livros vendidos ultrapassou 50 mil.

Em determinado momento, o Mein Kampf se tornou leitura obrigatória nas escolas. Tornou-se um costume que administrações municipais comprassem o livro e o dessem de presentes a recém-casados.

Em 1933, foram vendidas 1 milhão de cópias, principalmente devido à pressão para que todos os cidadãos alemães comprassem o livro.

888443aabd5edf97

Alguns dos objetos "necessários para levar uma vida simples e modesta" estavam em Berghof

De acordo com documentos encontrados nos arquivos de Munique, naquele ano, as receitas das vendas chegaram a 1,2 bilhão de reichsmarks, um valor muito elevado para época.

Para se ter uma ideia, o salário anual de um professor era de 4,8 mil reichsmarks.

Uma das provas de que Hitler ganhou muito dinheiro com os direitos autorais de seu livro está no montante de Imposto de Renda calculado sobre seus rendimentos quando ele era chanceler da Alemanha: 405.494 reichsmarks.

O boleto foi encaminhado ao Ministério da Fazenda, que logo declarou: "O Führer não paga impostos".

O livro foi traduzido para 16 idiomas, o que lhe rendeu ainda mais dividendos, que eram administrados por Amann, oficial do Partido Nazista.

Amann se tornou tesoureiro de Hitler e permaneceu como diretor da editora Franz Eher Verlag, uma das mais ricas e mais influente Alemanha nazista, até a queda do regime.

Sem dúvida, o Mein Kampf tornou Hitler muito rico.

77f7948f5c15c245

Eva Braun - na foto fazendo exercício perto da casa de descanso de Hitler - se suicidou com cianureto horas antes do führer. Em seu testamento, Hitler diz que se casou com "essa menina que, após anos de fiel amizade", decidiu "por sua própria vontade compartilhar seu destino" com ele

"Ao partido... ao Estado"

Após o suicídio e a derrota dos nazistas, os aliados confiscaram o patrimônio de Hitler.

Sua última vontade — "O que eu possuo pertence... ao Partido" - não seria cumprida, entre outras razões mais relevantes, porque, como ele próprio antecipou - "Se este já não existe", o partido nazista foi abolido.

Sua segunda opção tinha sido "para o Estado". Mas o Estado nazista também deixara de existir.

"Se o Estado também for destruído, nenhuma outra decisão minha é necessária."

Foram os aliados que tomaram a decisão de transferir a propriedade de Hitler para a Bavária, onde o Führer era um residente registrado.

A casa nas montanhas foi danificada por bombas e saqueada pelos soldados no final do conflito.

Em 1952, o que restou foi destruído pelo governo da Bavária para evitar que se tornasse uma atração turística.

Mas o velho edifício de apartamentos de Hitler ficou de pé e passou a abrigar uma delegacia de polícia.

____________________

A Bavária tomou posse dos direitos autorais e impediu a publicação do livro em territórios de língua alemã e, com êxito limitado, em outros lugares do mundo, até caírem no domínio público, no 70º aniversário da morte do autor, em 30 de abril de 2015.

____________________

Fonte: BBC World

E59aeb681f30ab32

MAIS NOTÍCIAS

Com novo presidente em meio à crise do coronavírus, CVC tenta reconquistar o mercado

Capas com as manchetes dos principais jornais nacionais desta terça (12)​

As ondas da peste negra na Europa medieval também exigiram planos econômicos

Por que o Polo Norte Magnético da Terra está migrando do Canadá para a Rússia​

MEC anuncia datas de inscrição do Sisu, ProUni e Fies​

Em Brasília, quem não usar máscara será multado em R$ 2 mil a partir de hoje​

No dia das mães, voluntária italiana volta para casa após 2 anos sequestrada

Retratos da Real Beleza: você é mais bonita do que pensa ser

Itaú Cultural | Camarim em Cena: estreia de série de entrevistas com grandes artistas

Fotógrafo brasileiro retrata as mudanças no rosto dos amigos após 3 taças de vinho

Viagem ao Centro da Terra: o buraco mais profundo já cavado na história

Empreendedoras: Goldman Sachs Foundation liberou curso online gratuito​

Desmatamento na América do Sul está mais lento, segundo a ONU

Qual é a diferença entre distanciamento, isolamento, quarentena e lockdown​

Artigo | Flávio Rocha: A lição da Ilha de Páscoa para a época de confinamentos​

Pesquisa: Ministério da Saúde quer ouvir cidadão sobre saúde mental

Por que o otimismo com a descoberta de anticorpo contra o coronavírus em Israel ​

Nasa: Tom Cruise filmará longa-metragem no espaço sideral​

Consumidores de maconha correm para a darknet para fazer estoque, diz relatório da UE

Brasileira entra em lista global de empresárias líderes em inteligência artificial​

IBGE: metade dos brasileiros sobrevive com menos de R$ 15 por dia​

Imagine a miséria pós-pandêmica das viagens de negócios​

C5 pontos para entender o pensamento de Maquiavel

Empreendedoras criam estratégias para driblar a crise​

Pfizer e BioNTech se preparam para começar testes em humanos de vacina contra o covid-19 ​

Israel anuncia descoberta de anticorpo para o coronavírus​

Insônia: como dormir bem em tempos de quarentena e pandemia

O que será das viagens aéreas após a pandemia do coronavírus​

Dicas de um astronauta da NASA para enfrentar o isolamento; veja vídeo​

Como Einstein, um físico totalmente apaixonado pela ciência, organizava seu tempo

Farmacêutica Roche obtém aprovação dos EUA para testes com anticorpos para Covid-19

Comércio eletrônico ganha 4 milhões de novos clientes e acentua crise do varejo físico

Como o Remdesivir, a nova esperança contra a Covid-19, foi ressuscitado pelo governo americano

Espanha começa "fase zero" do desconfinamento​

Europa: 1,5 milhões de casos diagnosticados de coronavírus; 45% do total do mundo

Superação: com livros achados no lixo, ex-diarista entrou na faculdade de Direito e virou PM

Ao divulgar vídeos de fenômenos aéreos, Pentágono disparou o interesse pelos OVNIs​

STF feriu soberania popular ao barrar Ramagem, diz constitucionalista ligado à esquerda

Home office será mantido por mais de 70% das empresas no pós-crise​

Laboratório chinês produz possível vacina contra o coronavírus

Dr. Arthur Guerra: "A quarentena está mudando a nossa relação com o álcool"

Banese libera pausa nos pagamentos dos consignados; tire as principais dúvidas​

Governo Federal amplia lista de serviços essenciais que podem funcionar; veja quais são​

CNJ orienta tribunais a suspender prazo de concursos durante pandemia​

Pfizer diz que vacina para Covid-19 pode estar pronta no final de 2020

O que é o ‘distanciamento social intermitente’, que pode durar até 2022​

Quem é André Mendonça, o novo titular do Ministério da Justiça​

Governo dispensa exigências de empresas e pessoas físicas para ter acesso a crédito ​

O que diz um dos "pais" da internet sobre como nos proteger da obsolescência digital

Heineken e Campari lançam plataforma de apoio a bares

O descumprimento da restrição de atividades previstas em normas locais configura crime?​

 Paleontologistas revelam 'o lugar mais perigoso da história do planeta Terra' ​

Mutações podem estar alterando a capacidade infecciosa do coronavírus

Netflix: 04 filmes que serão removidos da plataforma em maio: veja sinopses e trailers​

Facebook lança o Messenger Rooms que permite encontrar amigos em "salas" virtuais​

Combate à fome no mundo: Covid-19 pode causar retrocesso de 20 anos

Vacina em teste protege macacos na China​

Sebrae e grandes empresas vão apoiar MPEs durante a crise

Em meio a febre de lives, primeiro vídeo do YouTube completa 15 anos; veja o vídeo​

O triunfo das histórias positivas: no caos, as pessoas estão em busca das boas notícias​

Pink Floyd: acesso gratuito a shows clássicos como Pulse de 1994; na íntegra​

Angola e Moçambique em risco de fome "de proporções bíblicas", avisa ONU​

Ditadores amam confinamento​

Dicas para cuidar das sobrancelhas durante a quarentena​

Empresa testa robôs para entrega de comida em domicílio​

Estatística: dados de contágio do vírus no Brasil em comparação com 10 países​

Mapa compara o tamanho dos estados brasileiros à extensão de outros países​

Nobel de Medicina francês causa polêmica ao dizer que coronavírus saiu de laboratório chinês​

Comportamentos agressivos e redes sociais: entenda a relação​

Cartilha orienta empreendedores a organizar fluxo de caixa​

7 dicas para treinar seu cérebro e tomar decisões mais inteligentes​

Cresce procura por capacitação gratuita online na quarentena; veja algumas aqui​

Cientistas brasileiros preparam teste de medicamento que reduz carga viral em 94%​

Calquence, medicamento britânico, obtém resultados promissores contra Covid-19​

Confinamento é um luxo inviável para os mais pobres, afirma sociólogo francês​

O que muda com a liberação da telemedicina no Brasil?​

Pesquisa: pandemia já mudou os hábitos de compra de 70% dos brasileiros​

Artigo | Flávio Rocha: Saiba por que nem sempre impostos são ruins​

A designer Becca Saladin interpreta como seriam os rostos da realeza do passado​

O cientista que ousou dar 10 boas notícias sobre o coronavírus (e continua otimista)​

As 10 mulheres mais ricas do mundo

Coronavírus: como o mundo desperdiçou a chance de produzir vacina para conter a pandemia​

Site que monitora coronavírus é liderado por americana e tem 1 bilhão de acessos por dia​

Por que o coronavírus está matando mais homens que mulheres?​

Quem são os 7 maiores bilionários brasileiros no novo ranking da Forbes​

Sebrae disponibiliza serviços digitais gratuitos aos empreendedores​

Netflix: 5 excelentes séries lançadas este ano; veja os trailers e sinopses completas​

onheça as obras hiper-realistas de Samuel Silva, feitas apenas com esferográficas​

Pintura de Van Gogh é roubada durante a noite de museu holandês​

Conheça o trabalho da fotógrafa que captura sonhos com sua lente​

Tatiana Cobbett lança novo single do seu álbum "Lá & Cá"​

07 filmes de apocalipse que estão no Netflix; sinopses completas e trailers

Artigo: Não podemos fetichizar as mortes provocadas pelo coronavírus

Leia artigo de Steven Taylor, autor do livro "A Psicologia da Pandemia"​

Brasil registra 200 casos de tuberculose por dia e mais de 4 mil mortes por ano​

Uma breve análise sobre o livro "Alexandre, o Grande"​

Distanciamento social está aproximando as pessoas, conclui estudo​

Netflix: sinopses e trailers de 09 filmes de suspense para você assistir​

Netflix: 10 filmes para assistir durante a quarentena

Em casa? 

Aproveite e veja os vídeos dos Beatles com as suas10 músicas mais ouvidas de todos os tempos

Uma história de quem apostou no velho vinil e encontrou um novo mercado

Três fatores que tornam o home office mais produtivo do que trabalhar no escritório​

Estes são os países com mais "super-ricos" no mundo​

Pequenos negócios são maioria entre as Indicações Geográficas brasileiras​

Observatório Edge: o mais alto mirante a céu aberto de Nova York e do hemisfério ocidental​

Invenções criadas por mulheres – e que nem sempre foram reconhecidas como tal​

Metade das praias do planeta pode sumir até o fim deste século, diz estudo​

Nasa recriou em 4K o que os astronautas da Apollo 13 viram ao contornarem a Lua​