05 de Dezembro de 2020

Ciência & Tecnologia

Edição: Hugo Julião
19:45
25/10/2020

Astronomia: Brasil conquista 3º lugar em competição mundial

A primeira edição da Global e-Competition on Astronomy and Astrophysics (GeCAA), olimpíada promovida pelo comitê internacional da Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA), foi encerrada na última sexta-feira (23) com comemoração da equipe brasileira.

Composta por 20 estudantes selecionados pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), a Seleção Brasileira de Astronomia conquistou o terceiro lugar na competição.

O time superou o desempenho de equipes de países com tradição em eventos de astronomia e astrofísica — como Romênia, Grã-Bretanha e Irã — e ficou atrás apenas da Rússia e dos Estados Unidos.

Estudantes brasileiros que participaram da categoria de grupos na Global e-Competition on Astronomy and Astrophysics (GeCAA) | Fotp: Divulgação

A GeCAA foi organizada em duas categorias, a individual e a de grupos, e o Brasil foi representado por 10 estudantes em cada uma delas.

Todos receberam treinamento online entre os meses de março e agosto, com o apoio do Observatório Nacional do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Na competição em grupo (GeCAA Team), a equipe Camelopardalis, da brasileira Lumi Koroku Hissataka (SP), levou medalha de bronze, enquanto a Equipe Reticulum, do brasileiro Ualype de Andrade Uchoa (CE), ganhou medalha de ouro.

Estudantes brasileiros que participaram da categoria individual na Global e-Competition on Astronomy and Astrophysics (GeCAA) | Foto: Divulgação

Já na competição individual (GeCAA Individual), Ian Seo Takose (SP), Fabrízio Melges Ferro (SP), Miguel Diniz Santos (SP) e Luís Otávio Trotti Martins Guedes de Souza (SP) levaram medalha de bronze; Giulia Nóbrega da Costa (SP) e Luiz Henrique Fonteles da Silveira (CE) conquistaram a prata; e Tiago Mariotto Lucio (SP), João Pedro Chamhum Basílio (MG), Bruno Makoto Tanabe Lima (SP) e Lucas Shoji (SP) faturaram o ouro.

 

A GeCAA foi realizada entre os dias 25 de setembro e 23 de outubro e contou com a participação estudantes de 40 países.

Ao todo, 279 deles competiram individualmente e mais 154 integraram a disputa de grupos.

A GeCAA foi criada pelos organizadores da IOAA como alternativa virtual após o adiamento da 14ª edição da Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica devido à pandemia.

O evento seria realizado em Bogotá, Colômbia, entre 13 e 21 de setembro deste ano.

Em breve, o Brasil voltará a participar de outra olimpíada sobre o espaço: a Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica Virtual (OLAA Virtual) está marcada para novembro e terá a participação de cinco estudantes brasileiros.

Além disso, vale lembrar que a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) está com inscrições abertas até o dia 5 de novembro.

Professores de instituições públicas e privadas devem cadastrar seus alunos na plataforma oficial da competição, onde serão realizadas as provas entre os dias 12 e 13 de novembro.

Para se preparar para a olimpíada, que é a maior do Brasil, estudantes podem consultar vídeos explicativos, provas e gabaritos das edições anteriores no aplicativo “Simulado OBA”, disponível para celulares, tablets e computadores. Mais informações podem ser encontradas no site da OBA.

Com informações de Galileu

Compartilhe