25 de Novembro de 2020

Economia & Negócios

Redação / Hugo Julião
19:39
04/05/2020

O que será das viagens aéreas após a pandemia do coronavírus

A aviação é o mais global dos setores globais.

Emprega milhões de pessoas, serve de sustentação para a sobrevivência de outras dezenas de milhões, e é parte crucial do sistema nervoso dos negócios internacionais e do lazer.

Hoje, todo esse setor está praticamente parado pelos esforços de contenção da pandemia de coronavírus.

O número de voos diários caiu em 80% desde o início do ano. Em algumas regiões, o tráfego aéreo foi suspenso totalmente.

A indústria aérea está em modo de sobrevivência, com companhias aéreas, aeroportos e empresas de apoio desesperadas para conservar suas reservas de caixa, já que a entrada de dinheiro praticamente secou.

A expectativa é de que muitos empregos sejam perdidos.

O número de voos diários caiu em 80% desde o início do ano

"Precisamos evitar o tipo de situação que se seguiu (aos atentados) do 11 de Setembro", diz Juniac. "Naquela época, vimos uma grande quantidade de diferentes medidas de segurança sendo implementadas."

As empresas aéreas também podem se reconfigurar: a Lufthansa, por exemplo, está operando aeronaves cujos assentos do meio estão sendo deixados vagos, para permitir algum grau de distanciamento social a bordo.

Como medida de curto prazo, isso pode ajudar passageiros a voar com mais segurança, mas a um custo alto.

Para conseguir lucrar, empresas aéreas precisam que o máximo possível de assentos esteja ocupado no máximo possível de voos.

Se elas operarem a apenas 65% de sua capacidade, "certamente mudará a forma como a indústria opera", explica Juniac.

Aviões de passageiros permanecem estacionados à beira de uma pista devido à redução do número de voos

Distanciamento social

Um ponto que provoca muita incerteza é o quanto de distanciamento social será exigido nos voos regulares.

Como as pessoas serão separadas das outras em saguões de aeroportos, filas de segurança e nos próprios voos? Quais testagens serão exigidas e como serão colocadas em prática?

São dilemas comerciais tanto para aeroportos quanto para companhias aéreas.

Um exemplo são os restaurantes e lojas de aeroportos, que constituem uma importante fonte de lucro para as operadoras aeroportuárias.

"(O lucro desses espaços) nos permite manter baixas as tarifas que cobramos das empresas aéreas, o que se reflete no preço das passagens", diz Karen Dee, executiva-chefe da Associação de Operadoras de Aeroportos.

"Não queremos reconfigurar tudo em nossos aeroportos (agora) para descobrir, daqui a seis meses, que há uma vacina (contra a covid-19) e que tais medidas deixariam de ser necessárias."

O argumento da IATA é que as eventuais medidas introduzidas devam ser homogêneas e colocadas em prática de modo coordenado.

Viagens de negócios podem ser um dos setores de recuperação mais lenta

Mas, mesmo havendo claros problemas logísticos envolvidos no processo de retomar as atividades aéreas, e em garantir que haja número suficiente de pilotos e técnicos disponíveis, essas não são os principais problemas assombrando os executivos da aviação.

O problema real, dizem eles, é a quantidade de diferentes países que impuseram restrições às viagens aéreas e a incerteza sobre quando essas restrições serão retiradas.

"Estamos tentando ter um plano global de recomeço", explica Alexandre de Juniac, diretor-geral da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

"O maior desafio é como e quando os diferentes países vão levantar as restrições a viagens."

Ele diz que tais restrições certamente se manterão em vigor para além da metade do ano — em alguns lugares, talvez até o final de 2020.

Juniac acredita que rotas domésticas de países reabrirão primeiro, seguidas de rotas internacionais de curta duração.

Voos intercontinentais viriam em seguida, mas Juniac admite que ainda não chegou ao planejamento dessa parte da retomada.

Na Lufthansa, assentos do meio estão vagos para aumentar distanciamento social dentro do voo

Qualificação da mão de obra

Outro fator importante é o nível de qualificação humana necessária para permitir que a indústria funcione.

Pilotos precisam de tempo de voo (no ar ou em simuladores) para manter sua "pontuação", ou permissão para voar. Também precisam passar por avaliação médica constante.

Outras equipes cruciais, como controladores de tráfego aéreo e engenheiros, também têm qualificações sensíveis ao tempo de trabalho.

Embora muitas companhias aéreas e aeroportos estejam tentando manter uma parte da equipe disponível e com certificação atualizada, outros funcionários estão impedidos de seguir trabalhando.

No Reino Unido, por exemplo, a Autoridade de Aviação Civil (CAA, na sigla em inglês) disse ter tomado medidas para evitar que haja um acúmulo de credenciais vencidas quando o setor puder retomar suas atividades.

"Diante das extraordinárias circunstâncias atuais, uma exceção foi determinada", disse um porta-voz da CAA à BBC, ressaltando que "cada companhia aérea precisa nos explicar como isso pode ser feito de modo seguro."

Loja duty free vazia em aeroporto; esses locais dependem do fluxo de pessoas para gerar renda

Há óbvios desafios logísticos: aeronaves precisarão estar prontas para voar; aeroportos deverão estar preparados para elas e para o público; cronogramas de voo precisarão ser redesenhados; e equipes precisarão estar de prontidão.

Mas há, também, muitas questões envoltas em incerteza.

Ninguém ainda sabe ao certo quais serão as possibilidades de voo no futuro pós-pandemia, nem quais serão as condições sanitárias impostas à tripulação pelos governos.

Há atualmente cerca de 17 mil aeronaves estacionadas em aeroportos de todo o mundo, segundo a consultoria Acend Cirium — ou seja, dois terços da frota global.

Mesmo paradas, essas aeronaves exigem manutenção regular, e algumas precisam estar prontas para uso imediato, uma vez que muitas companhias aéreas estão realizando voos de repatriação de passageiros ou transportando carga.

Outras aeronaves precisarão de uma semana de antecedência para serem preparadas para voar, segundo especialistas da indústria.

Simulador de voo na França; profissionais do setor precisam de certificações atualizadas para se manterem ativo

A australiana Qantas colocou 20 mil funcionários de licença, e 700 pilotos da American Airlines concordaram em antecipar sua aposentadoria.

A IAG, empresa aérea ligada à British Airways, anunciou recentemente que vai cortar 12 mil postos de trabalho.

Especialistas acreditam que levará muitos anos até que o setor volte ao nível de produtividade de 2019.

Mas, mesmo assim, a atenção se volta gradualmente ao futuro — e a como as empresas aéreas ao redor do mundo podem, aos poucos, voltar a um cenário remotamente parecido à normalidade.

Área de bagagens vazia em aeroporto de Amsterdã; setor teme se adaptar agora a um cenário que pode não ser definitivo

O executivo-chefe da Ryanair, Michael O'Leary, por sua vez, descreveu a ideia (distanciamento social a bordo) como "idiota".

Nesse cenário, colocar as aeronaves de volta no ar talvez seja a parte mais fácil — o difícil será convencer as pessoas de que aviões são ambientes seguros, e é possível que isso exija mudanças de longo prazo.

"As pessoas ainda querem viajar de férias, e certamente ainda há interesse em viagens de curta duração para o final deste ano", diz um executivo da indústria do turismo.

No que diz respeito a viagens de negócios, analistas creem que o cenário será diferente, e seriamente ameaçado pela pandemia atual.

A recessão global que se avizinha, o cancelamento de conferências e eventos de negócios e até a necessidade dos negócios atuais de se adaptar ao modelo online em substituição ao presencial são elementos que devem atrasar a recuperação do setor aéreo.

Mas o maior problema para a indústria como um todo, enquanto se prepara para voltar aos céus, é que ninguém sabe como será o futuro próximo.

Fonte: BBC News

 

MAIS NOTÍCIAS

Dicas de um astronauta da NASA para enfrentar o isolamento; veja vídeo​
\"\"

Como Einstein, um físico totalmente apaixonado pela ciência, organizava seu tempo
\"\"

Bolsonaro nomeia secretário da Abin para a direção-geral da PF​
\"\"

Farmacêutica Roche obtém aprovação dos EUA para testes com anticorpos para Covid-19
\"\"

Comércio eletrônico ganha 4 milhões de novos clientes e acentua crise do varejo físico
\"\"

Ministro da Saúde anuncia contratação de 267 profissionais no Amazonas
\"\"

Como o Remdesivir, a nova esperança contra a Covid-19, foi ressuscitado pelo governo americano
\"\"

Espanha começa "fase zero" do desconfinamento​
\"\"

Europa: 1,5 milhões de casos diagnosticados de coronavírus; 45% do total do mundo
\"\"

Superação: com livros achados no lixo, ex-diarista entrou na faculdade de Direito e virou PM

\"\"

Ao divulgar vídeos de fenômenos aéreos, Pentágono disparou o interesse pelos OVNIs​
\"\"

STF feriu soberania popular ao barrar Ramagem, diz constitucionalista ligado à esquerda

\"\"

Home office será mantido por mais de 70% das empresas no pós-crise​

\"\"

Laboratório chinês produz possível vacina contra o coronavírus
\"\"

Dr. Arthur Guerra: "A quarentena está mudando a nossa relação com o álcool"
\"\"

Banese libera pausa nos pagamentos dos consignados; tire as principais dúvidas​
\"\"

Governo Federal amplia lista de serviços essenciais que podem funcionar; veja quais são​
\"\"

CNJ orienta tribunais a suspender prazo de concursos durante pandemia​
\"\"

Pfizer diz que vacina para Covid-19 pode estar pronta no final de 2020
\"\"

O que é o ‘distanciamento social intermitente’, que pode durar até 2022​
\"\"

Quem é André Mendonça, o novo titular do Ministério da Justiça​
\"\"

Governo dispensa exigências de empresas e pessoas físicas para ter acesso a crédito ​
\"\"

O que diz um dos "pais" da internet sobre como nos proteger da obsolescência digital
\"\"

Heineken e Campari lançam plataforma de apoio a bares
\"\"

O descumprimento da restrição de atividades previstas em normas locais configura crime?​
\"\"

 Paleontologistas revelam 'o lugar mais perigoso da história do planeta Terra' ​

\"\"

Mutações podem estar alterando a capacidade infecciosa do coronavírus

\"\"

Netflix: 04 filmes que serão removidos da plataforma em maio: veja sinopses e trailers​
\"\"

Facebook lança o Messenger Rooms que permite encontrar amigos em "salas" virtuais​
\"\"

Combate à fome no mundo: Covid-19 pode causar retrocesso de 20 anos
\"\"

Vacina em teste protege macacos na China​
\"\"

Sebrae e grandes empresas vão apoiar MPEs durante a crise
\"\"

Em meio a febre de lives, primeiro vídeo do YouTube completa 15 anos; veja o vídeo​
\"\"

O triunfo das histórias positivas: no caos, as pessoas estão em busca das boas notícias​

\"\"

Pink Floyd: acesso gratuito a shows clássicos como Pulse de 1994; na íntegra​
\"\"

Angola e Moçambique em risco de fome "de proporções bíblicas", avisa ONU​
\"\"

Ditadores amam confinamento​
\"\"

Dicas para cuidar das sobrancelhas durante a quarentena​
\"\"

Empresa testa robôs para entrega de comida em domicílio​
\"\"

Estatística: dados de contágio do vírus no Brasil em comparação com 10 países​
\"\"

Mapa compara o tamanho dos estados brasileiros à extensão de outros países​
\"\"

Nobel de Medicina francês causa polêmica ao dizer que coronavírus saiu de laboratório chinês​
\"\"

Comportamentos agressivos e redes sociais: entenda a relação​
\"\"

Cartilha orienta empreendedores a organizar fluxo de caixa​
\"\"

7 dicas para treinar seu cérebro e tomar decisões mais inteligentes​
\"\"

Cresce procura por capacitação gratuita online na quarentena; veja algumas aqui​
\"\"

Cientistas brasileiros preparam teste de medicamento que reduz carga viral em 94%​

\"\"

Calquence, medicamento britânico, obtém resultados promissores contra Covid-19​
\"\"

Confinamento é um luxo inviável para os mais pobres, afirma sociólogo francês​
\"\"

O que muda com a liberação da telemedicina no Brasil?​
\"\"

Pesquisa: pandemia já mudou os hábitos de compra de 70% dos brasileiros​
\"\"

Artigo | Flávio Rocha: Saiba por que nem sempre impostos são ruins​
\"\"

A designer Becca Saladin interpreta como seriam os rostos da realeza do passado​
\"\"

O cientista que ousou dar 10 boas notícias sobre o coronavírus (e continua otimista)​
\"\"

As 10 mulheres mais ricas do mundo
\"\"

Coronavírus: como o mundo desperdiçou a chance de produzir vacina para conter a pandemia​
\"\"

Site que monitora coronavírus é liderado por americana e tem 1 bilhão de acessos por dia​
\"\"

Por que o coronavírus está matando mais homens que mulheres?​
\"\"

Quem são os 7 maiores bilionários brasileiros no novo ranking da Forbes​
\"\"

Sebrae disponibiliza serviços digitais gratuitos aos empreendedores​
\"\"

Netflix: 5 excelentes séries lançadas este ano; veja os trailers e sinopses completas​
\"\"

onheça as obras hiper-realistas de Samuel Silva, feitas apenas com esferográficas​
\"\"

Pintura de Van Gogh é roubada durante a noite de museu holandês​
\"\"

Conheça o trabalho da fotógrafa que captura sonhos com sua lente​
\"\"

Tatiana Cobbett lança novo single do seu álbum "Lá & Cá"​
\"\"

07 filmes de apocalipse que estão no Netflix; sinopses completas e trailers
\"\"

Artigo: Não podemos fetichizar as mortes provocadas pelo coronavírus
\"\"

Leia artigo de Steven Taylor, autor do livro "A Psicologia da Pandemia"​
\"\"

Brasil registra 200 casos de tuberculose por dia e mais de 4 mil mortes por ano​
\"\"

Uma breve análise sobre o livro "Alexandre, o Grande"​
\"\"

Distanciamento social está aproximando as pessoas, conclui estudo​
\"\"

Netflix: sinopses e trailers de 09 filmes de suspense para você assistir​
\"\"

Netflix: 10 filmes para assistir durante a quarentena
\"\"

Em casa? 

Aproveite e veja os vídeos dos Beatles com as suas10 músicas mais ouvidas de todos os tempos
\"\"

Uma história de quem apostou no velho vinil e encontrou um novo mercado
\"\"

Três fatores que tornam o home office mais produtivo do que trabalhar no escritório​
\"\"

Estes são os países com mais "super-ricos" no mundo​
\"\"

Pequenos negócios são maioria entre as Indicações Geográficas brasileiras​
\"\"

Observatório Edge: o mais alto mirante a céu aberto de Nova York e do hemisfério ocidental​
\"\"

Invenções criadas por mulheres – e que nem sempre foram reconhecidas como tal​
\"\"

Brasileira desenvolve técnica para criar neurônios em laboratório​
\"\"

ONU: 90% da população mundial tem preconceito contra mulher​
\"\"

Carro elétrico da Fiat com autonomia de 320 km chega ao Brasil em 2020​
\"\"

Metade das praias do planeta pode sumir até o fim deste século, diz estudo​
\"\"

Nasa recriou em 4K o que os astronautas da Apollo 13 viram ao contornarem a Lua​
\"\"

Embrapa desenvolve sensor que avalia grau de maturação de frutas​
\"\"

Especialista recomenda quatro chás caseiros para desinchar​

\"\"

Compartilhe