26 de Janeiro de 2021

Economia & Negócios

Edição: Hugo Julião
16:56
01/12/2020

São Paulo | Venda de imóveis novos em outubro tem a maior alta em 16 anos: 38%

A cidade de São Paulo registrou em 2020 a maior quantidade de imóveis novos vendidos em um mês de outubro desde 2004.

No décimo mês do ano, o número de imóveis novos vendidos na capital paulista totalizou 5.552 unidades, o que representa uma elevação de 38% em relação ao mesmo mês de 2019.

Em comparação a setembro, a alta foi de 7,9%. Os dados, divulgados hoje (1º), são do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). 


No acumulado de janeiro a outubro, foram vendidas 38.287 unidades, 5,6% a mais do que o acumulado do mesmo período de 2019 (36.267 unidades), ano em que houve recorde de vendas.

“A economia começa a apresentar sinais de retomada e a atividade imobiliária teve papel fundamental neste movimento de recuperação.

Com exceção dos momentos mais agudos da pandemia, o setor imobiliário manteve números positivos, a exemplo do agronegócio”, ressaltou o presidente do Secovi-SP, Basilio Jafet.

Segundo a entidade, contribuíram para o cenário favorável as baixas taxas de juros e os preços acessíveis dos imóveis.

O Secovi-SP ressaltou ainda a decisão de não paralisar as obras durante a pandemia.

“A determinação do governo federal em classificar a construção civil como atividade essencial foi acertada, porque é enorme a nossa capacidade de gerar empregos, movimentar a economia e atender a uma forte demanda por imóveis”, disse Jafet.

Com informações da AB/SP

Compartilhe