27 de Setembro de 2021

Economia & Negócios

Da redação
09:43
21/07/2021

Voos domésticos atingem 68% das viagens pre-pandemia

Em recuperação acelerada, a marca foi alcança neste mês de julho, ante 51% no mês de junho.

O crescimento já vinha sendo registrado desde abril deste ano, quando estava em cerca de 36% da média de voos antes da pandemia. 

Contudo, o avanço acontecia de forma gradual e foi mais acentuado no mês de julho, surpreendendo o setor.

Segundo especialista do setor, um dos fatores que estimulou a retomada foi o avanço da vacinação contra covid-19.

"As pessoas retomando viagens de lazer porque têm férias escolares também tem o impulso da vacina", diz Eduardo Sanovicz, presidente da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas).

Segundo Sanovicz, o mercado de aviação identifica dois vetores e já vislumbra mudanças de comportamento do consumidor que devem permanecer no pós-pandemia. 

"Tem o público de lazer e tem um novo que é aquele que pode se deslocar para trabalhar remotamente. É um viajante corporativo, mas é híbrido", afirma.

O home office abre uma possibilidade de impulsionar as viagens nas férias escolares porque os pais poderão acompanhar os filhos ainda que eles próprios não esteja de férias

----------

O presidente da Abear acredita que os próximos meses devem registrar novos crescimentos na média de voos, mas o que falta para completar o ciclo de retomada no mercado doméstico é o mercado de eventos corporativos. 

"Se não houver nenhuma complicação, os números vão continuar subindo. E vai se acelerar em direção ao 100% quando voltarem as feiras, congressos e convenções", afirma.

Compartilhe