26 de Janeiro de 2021

Saúde

Edição: Hugo Julião
18:49
10/01/2021

UE: Bélgica supera 20.000 mortos, Alemanha 40.000 e Reino Unido 80.000

Com 12 milhões de habitantes, a Bélgica superou os 20.000 mil mortos pela Covid-19 neste domingo (10).

Já a Alemanha, com 83 milhões de habitantes, passou dos 40.000 óbitos causados pelo vírus.

A contaminação se acelera na Europa e a chanceler Angela Merkel acredita que o pior ainda está por vir.



A rápida disseminação de novas variantes mais contagiosas tem provocado novas ondas epidêmicas e o risco de asfixia de hospitais, como no Reino Unido.

Com 67 milhões de habitantes, o país superou no sábado a marca de 80.000 mortes.

Reino Unido supera três milhões de casos de covid-19 e 80 mil mortos (Tolga Akmen / AFP)

O sistema de saúde britânico está "enfrentando atualmente a situação mais perigosa de todos os tempos", advertiu Chris Whitty, diretor médico para a Inglaterra.

"Se o vírus continuar nessa trajetória, os hospitais estarão em dificuldades reais, e muito em breve", disse.

Na Alemanha, as próximas semanas serão "a fase mais difícil da pandemia", com equipes médicas trabalhando no máximo de suas capacidades, alertou Angela Merkel.

Mais de 80% dos leitos de terapia intensiva do país estão ocupados.

A Bélgica, onde o uso de máscara é obrigatório a partir dos 12 anos, superou, neste domingo (10), os 20.000 mortos pela Covid-19 (Bart Biesemans/Reuters)

A Bélgica é o 1º país do mundo em mortalidade em comparação com sua população.

A taxa belga é de 1.725 mortes por um milhão de habitantes. Metade das vítimas do país é de residentes de lares de idosos.

Só para comparar, há uma semana a taxa do Brasil era de 905 mortes por um milhão de habitantes, conforme dados do Worldometer.


Na França, o governo antecipou o toque de recolher para as 18h em oito novos departamentos, independentemente dos protestos de comerciantes e políticos locais.

A medida já era obrigatória em quinze departamentos desde o fim da semana passada e a partir deste domingo afeta cerca de um quarto do território francês.

No resto do país, o toque de recolher começa às 20h00.

Protestos contra vacina obrigatória na Dinamarca 

A aceleração da epidemia obrigou a Suécia a romper com sua política até então menos rígida.

A partir deste domingo, o governo poderá endurecer as medidas, incluindo o fechamento de lojas e restaurantes em áreas específicas.

Na Dinamarca, os casos ligados à nova cepa britânica do vírus estão aumentando, mas as restrições provocam cansaço e revoltas.

Os protestos terminaram em confrontos no sábado e nove pessoas foram presas. "Liberdade para a Dinamarca, já chega", gritavam os manifestantes.

Com informações da AFP/RFI

Compartilhe