27 de Maio de 2022

Variedades

Edição: Marcel Azuma
07:07
25/11/2021

Na pegada do piseiro: o sergipano Pedro Valente lança projeto e conquista Barões da Pisadinha

Com o piseiro na prateleira musical do Brasil e tantas bandas do segmento em evidência, o sergipano Pedro Valente, de 37 anos, é mais um artista que tem se projetado com destaque nesse mercado.

Ele vem puxando uma fila de outros músicos que têm investido nesta pegada musical em Sergipe.

Com 20 anos de carreira, Pedro acabou de gravar o EP ‘Chama no PV’, trabalho que inclui a faixa ‘Morena Diferente’ e chamou a atenção do fenômeno ‘Barões da Pisadinha’, rendendo gravações especiais de música e clipe. 

Foto: Reprodução

O projeto musical traz gravações em vídeo, contendo sete músicas - seis delas autorais e inéditas, e o hit Morena Diferente, lançado há dois meses e que segue viralizando nos aplicativos de música e redes sociais como Instagram e Tik Tok, com mais de 5 milhões de visualizações.

O trabalho inédito rendeu a Pedro Valente um contrato com a L2 Promoções, empresa que também gerencia a banda Barões da Pisadinha. 

Pedro Valente aposta no sucesso do novo EP, que será lançado no final deste mês no Youtube e nas principais plataformas digitais.

É um trabalho que traz minhas caraterísticas, com pegada mais para frente, animada e dinâmica, buscando minha identidade de alegria e energia positiva, e investindo também em músicas dançantes, para aproveitar o momento viral de dancinhas nas redes sociais”, destaca o artista, que comemora a nova fase da carreira. 

Para 2021, o artista também ostenta uma agenda movimentada, puxada pela retomada dos shows presenciais.

Ao longo de novembro e dezembro, Pedro Valente se apresenta nos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Tocantins, Pará, Bahia e Sergipe

 

Pedro Valente - Morena Diferente

O contato de Pedro Valente com a música começou cedo.

Ainda na infância, o então garoto começou a experimentar a voz em rodas de música com amigos do colégio.

A primeira música que cantei acompanhado por um violão foi Ana Júlia, de Los Hermanos, nome que acabei dando a minha filha anos depois”, lembra o músico. 

Dali surgiu o convite para sua primeira experiência profissional na música, que exigiu de Pedro aperfeiçoamento e compromisso.

Reprodução/Instagram

Ao longo dos 20 anos de carreira, ele integrou algumas bandas sergipanas com repercussão no Nordeste, com destaque para as bandas Seeway e Farra de Barão.

Participou de grandes festivais e festejos juninos nos estados de Sergipe, Pernambuco, Bahia e Alagoas, consolidando sua carreira artística. 

Na nova fase da carreira, com projeto musical que leva o seu nome, Pedro Valente esbanja irreverência, inovação, fé e alegria de subir aos palcos.

No rastro do piseiro, o artista vai conquistando mercado e selando parcerias que o colocam no rol de artistas em evidência dentro de um ritmo que conquistou o Brasil durante a pandemia! 

Compartilhe