07 de Março de 2021

Ciência & Tecnologia

Redação / Hugo Julião
19:43
18/01/2021

Elon Musk: fazendo três perguntas qualquer um pode aprender a inovar

A inovação pode ser aprendida? A resposta, segundo o bilionário e um dos empresários mais inovadores da era moderna, Elon Musk, é "sim".

O bilionário Elon Musk é considerado uma das pessoas mais inovadoras da atualidade (Mario Anzuoni/Reuters)

Durante uma entrevista ao Wall Street Journal, Musk argumentou que criar produtos inovadores é "absolutamente aprendível".

Tudo se resume a responder a algumas perguntas simples, disse ele. Seriam elas:


1. Você já experimentou?

"O primeiro passo seria, experimente", disse Musk. "Você já tentou? Você tentou muito? Se você não tentou muito, tente com força."

A inovação "não é algo misterioso", acrescentou. "É basicamente ser um perfeccionista absoluto sobre o produto ou serviço que você faz."

Também não precisa ser um grande avanço, acrescentou. "Apenas torne seu produto melhor. Isso é o que realmente importa."

(Divulgação)

2. Como você pode torná-lo melhor?

"Busque feedback negativo em todos os trimestres, de clientes e de pessoas que não são clientes", disse ele. "Como podemos tornar isso melhor?"

Enquanto estiver nisso, você deve se perguntar e perguntar às pessoas que trabalham com você as mesmas perguntas. "Pense, o que você gostaria de ter?" ele disse.

"Já tive essa conversa na Tesla algumas vezes em que não amamos este produto, mas achamos que outros vão adorar.

E você sabe, não é assim que funciona. Se você não ama, não espere que os outros também."

3. Você está gastando muito tempo em salas de conferência?

"Se você passa muito tempo fazendo apresentações e revisando planilhas, está fazendo errado", disse Musk.

"Esse é o efeito, não a causa. Portanto, vá para o chão de fábrica. Vá para as lojas e converse com os clientes."

É uma lição que ele mesmo aprendeu da maneira mais difícil, acrescentou.



"Quando passo muito tempo em salas de conferências, geralmente é quando as coisas dão errado.

E quando vou para o chão de fábrica, ou realmente usando os carros, ou pensando nos foguetes, é quando as coisas vão melhor."

Estar no chão de fábrica aumenta o envolvimento dos funcionários, acrescentou.

"Pense na guerra", disse ele. "Você quer o general em alguma torre de marfim ou na linha de frente?"

As tropas lutarão mais se virem que o general está com elas, disse ele. "Então vá para a linha de frente!"

Fonte: Época Negócios

Compartilhe