25 de Junho de 2022

Notícias

Da redação
17:01
26/05/2022

Após crítica ao apoiadores de Bolsonaro, avaliação de restaurante de Paola Carosella despenca

Depois de atacar eleitores do presidente Jair Bolsonaro, a chef de cozinha argentina Paola Carosella viu despencar a avaliação de seu restaurante Arturito, localizado em um bairro nobre da capital paulista desde 2008.

A onda de avaliações negativas fez com que a classificação do estabelecimento caísse de 4,5 estrelas ao meio-dia de segunda-feira para 1,7 estrela no início da tarde dessa terça-feira.

Os comentários saltaram de quase 4 mil para mais de 40 mil.

A maioria das mensagens contém palavras de ordem, como “volta para Argentina” e “esquerdista”.


Outros posts associam a cozinheira ao ex-presidente Lula:

Vende pão com mortadela?”, piada comum em alusão ao PT.

 

LEIA TAMBÉM

PRF diz que irá apurar ação que terminou em morte durante abordagem em Sergipe

A Polícia Federal informou que também abriu um inquérito para investigar o caso. Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, estava em uma moto quando foi parado por três policiais rodoviários federais.

---------------------

No podcast DiaCast, a chef disse que os eleitores de Bolsonaro são “escrotos” e “burros”.

Já ficou muito claro que não teve programa de governo, que ele não faz a mínima ideia do que está fazendo, que está lutando contra um comunismo que não existe”, disse a chef, no programa.

Durante a eleição de 2020, Paola doou cerca de R$ 10 mil para Guilherme Boulos (Psol), líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, autodeclarado comunista em uma entrevista.

 

Veja o vídeo:

.

Compartilhe