27 de Setembro de 2021

Notícias

Da redação
09:10
23/07/2021

Biden diz que sanções contra Cuba são “apenas o começo”

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou sanções contra o governo cubano após os protestos registrados na ilha nos últimos dias. 

As punições são voltadas contra um grupo de funcionários acusados de violações de direitos humanos, contra o Ministério do Interior e alguns líderes militares. 

Em pronunciamento, Biden anunciou que as medidas "são só o início" porque seu país "irá continuar a impor sanções contra os responsáveis pela opressão do povo cubano". 

"O povo cubano tem os mesmos direitos de liberdade de expressão do que os outros", acrescentou. 

Na quarta-feira (21), o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, já havia afirmado a um grupo de jornalistas que o governo "está confiante em ter mais espaço" para anunciar novas punições contra os cubanos. 

"Estamos explorando opções com o setor privado e o Congresso nesse sentido", acrescentou. 

Em 2016, durante o governo de Barack Obama - do qual Biden era o vice - houve algumas medidas de reaproximação.

Porém, durante o governo de Donald Trump, muitas das medidas de reaproximação foram revogadas e houve um aumento nas restrições e imposições econômicas por parte de Washington.

 Apesar de muitos analistas apontarem que Biden poderia voltar a rever a questão de maneira mais aberta, o democrata manteve a linha dura de Trump e, como apontam fontes, deve endurecer ainda mais contra Havana. 

 

Com informações de agências internacionais

Compartilhe