21 de Abril de 2021

Turismo

Edição: Hugo Julião
07:31
08/03/2021

Conexão Turismo | Edição de 06 de março

Por João Afonso Mamoré

--------------------


A hotelaria nacional pede socorro de novo

Hotéis dos grandes centros, como São Paulo, são os mais atingidos pela crise causada pela Covid-19 (Foto: Camilly Andrade)

---------------

Em artigo publicado no site Portal Eventos, o presidente da ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares, disse que a situação da hotelaria no país é dramática.

Segundo ele, isso acontece especialmente nos grandes centros, onde o segmento é calcado no turismo de eventos e de negócios.

E alerta: com as atividades novamente paralisadas em diversos destinos, não será possível sequer recuperar as perdas de 2020 em 2021.

Ele também enfatizou que não há como recuperar os investimentos e que para a indústria sobreviver serão necessárias ações conjuntas de todas as instâncias públicas e da iniciativa privada.

 

O 2º maior avião cargueiro do mundo pousa no aeroporto de Guarulhos

Nem A380, nem Boeing 747. O maior avião do mundo é o ucraniano Antonov AN-225 (Aeroporto de Guarulhos/Cumbica)

--------------------

O Antonov An-124, segunda maior aeronave cargueira em operação no mundo, fez seu primeiro pouso no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O voo vindo de Miami (EUA) com escala em Paramaribo (Suriname) trouxe mais de 96 toneladas de equipamentos para abastecer a indústria automotiva.

 

Parques de diversões da Califórnia reabrem em 1º de abril

Os parques de diversões da Califórnia vão reabrir a partir de 1º de abril, respeitando a categoria em que a cidade, que abriga o parque, esteja enquadrada em relação à Covid-19.

Categoria Roxa significa nível máximo de alerta e os parques devem continuar fechados.

Os das cidades da Categoria Vermelha podem abrir com 15% da capacidade.

Na Categoria Laranja a capacidade sobe para 25% e na Amarela 35%, máximo permitido nesse primeiro momento.


Além disso, espaços ao ar livre poderão receber eventos para no máximo 100 pessoas, com distanciamento social e outros protocolos.

Eventos em ambientes fechados ainda não serão permitidos.

 

Ilhas Seychelles reabre fronteiras no dia 25 de março

Seychelles são um conjunto de 115 ilhas localizadas no Oceano Índico, a 1.500 km da costa leste da África (Divulgação)

--------------------

O governo de Seychelles irá abrir a fronteira para todos os turistas a partir do dia 25 deste mês.

No entanto, os visitantes com origem na África do Sul ainda estão proibidos de entrar no país.

O turista precisará apresentar um teste PCR negativo feito até 72 horas antes da partida no país de origem e não haverá exigência de quarentena. 

Situado nas proximidades de uma das praias mais bonitas do mundo, o Raffles Seychelles oferece villas luxuosas na ilha de Praslin.  

A propriedade oferece piscinas de imersão privativas e 2 piscinas de borda infinita (Divulgação)

--------------------

Todos poderão acessar as áreas comuns dos hotéis, incluindo bares, piscinas, spas e clubes infantis, desde que respeitados os protocolos de biossegurança.

O anúncio foi feito pelo Ministro de Relações Exteriores e Turismo, Sylvestre Radegonde.

A decisão do governo é devido ao sucesso da campanha de vacinação iniciada em janeiro.

 

Férias pós-vacina ajudam vendas de setor de turismo nos EUA

O lançamento da vacina começou a mudar as perspectivas: Tracie Jones e seu noivo Tyler Cohen, que devem se casar em junho, são da Pensilvânia.

Vendo que os preços estavam subindo, começaram a fazer reserva para a lua de mel no Airbnb (Foto: Hannah Yoon/Bloomberg)

--------------------
 

Com a aceleração da vacinação nos EUA, as consultas sobre viagens também aumentaram.

“Vimos um aumento de 25% nas consultas de viagens desde que a primeira rodada de vacinações foi disponibilizada”, disse Leah Smith, presidente da Tafari Travel, com sede em Denver.

Ele afirma que quase toda semana recebe e-mails de clientes dizendo que acabaram de receber a primeira vacinação e que "estão prontos para planejar os próximos dois anos de viagem.”


O movimento pode ser prematuro,pois os Centros de Controle e Prevenção de Doenças adiaram a divulgação de diretrizes de segurança para americanos que foram totalmente vacinados.

Até o momento, a organização continua incentivando os vacinados a usar máscaras, manter a distância social e evitar multidões.

Compartilhe