05 de Dezembro de 2020

História

Edição: Hugo Julião
01:45
21/10/2020

Willi Hübner, um dos mais jovens soldados condecorados por Hitler em 1945

Com o aumento das baixas durante a Segunda Guerra Mundial, e com a Guerra já praticamente perdida, a Alemanha de Hitler decidiu convocar recrutas cada vez mais jovens para preencher as fileiras da Wehrmacht, expondo, de forma perversa e desprezível, crianças na frente.

A situação era tão terrível no final de 1944, que os meninos nascidos em 1928 foram chamados para servir à Pátria. Eles tinham 15 ou 16 anos e cresceram à sombra do nazismo.

Membros da Juventude Hitlerista, algumas das milhares crianças-soldados alemãs que foram enviadas para a morte pelo desesperado regime nazista para travar uma guerra que o regime já havia perdido

Cada um tinha passado a adolescência no Hitlerjugend (Juventude Hitlerista) se preparando para o serviço militar.

O resultado líquido disso foi um grupo de jovens que cresceu cercado pela propaganda nazista e foi convocado para servir a Vaterland que eles foram educados e treinados para defender.

Em muitos casos, eles lutaram bravamente contra todas as probabilidades, mas as vidas de milhares desses jovens foram desperdiçadas por serem jogados sem sentido na batalha com os Aliados quando a guerra já estava perdida.

Hitler parabenizando Willi Hübner durante a cerimônia de recondecoração

Um desses jovens soldados era Wilhelm Hübner, mais conhecido como Willi, um mensageiro de 16 anos da Divisão de Granadeiros do Führer.

No início de março de 1945, a divisão participou de um contra-ataque para retomar a cidade de Lauban, na Silésia.

Após 8 dias de combates ferozes, a cidade foi protegida e as câmeras do Die Deutche Wochenschau estavam lá para registrar esse sucesso para fins de propaganda.

Goebbels parabenizando Willi Hübner, então com 15 para 16 anos

Willi foi condecorado pela primeira vez com a Eisernes Kreuz 2 Klasse (Cruz de Ferro de 2ª Classe) pelo Ministro da Propaganda do Reich Joseph P. Goebbels em Lauban.

Aos 16 anos, ele foi um dos mais jovens a receber o prêmio.

Artur Axmann, da Juventude Hitlerista, condecorando Willi Hübner com a Cruz de Ferro

Um dia depois, ele foi levado de avião para Berlim, recebeu um novo uniforme, recondecorado por Artur Axmann, e foi instruído a esperar para se encontrar com Hitler.

Em 20 de março de 1945, houve uma cerimônia de premiação nos jardins do Reichskanzlei em Berlim para os membros da Hitlerjugend que se destacaram em combate.

 

As filmagens desse evento são muito famosas, pois foi supostamente a última filmagem conhecida de Hitler:

Willi foi compelido a contar sua história para as câmeras (no vídeo acima, a partir de 01min23):

"Quando os russos estavam se aproximando de Lauban, apresentei-me como mensageiro voluntário do comandante de combate.

Meu trabalho era levar despachos para os postos de comando individuais. Eu também frequentemente levava provisões e panzerfausts (uma arma antitanque descartável) até a linha de frente sob fogo.

Eu carreguei os panzerfausts em um carrinho de mão sob fogo inimigo". 

Hitler condecorando Alfred Czech, esse sim o mais novo a receber a comenda com apenas 12 anos, por salvar 12 soldados feridos

------------

Wilhelm Hübner sobreviveu à guerra e se tornou um político de destaque militando no sindicalismo e nas áreas de agricultura e florestas.

No entanto, depois de dois períodos legislativos, deixou a Câmara dos Representantes de Berlim e assumiu o cargo de presidente do conselho dos funcionários do Senado de Berlim.

Mais tarde ele se estabeleceu em Landshut, Baviera, quando foi trabalhar na área que era realmente a sua paixão: a mecânica de motores.

Em 1979 Willi sofreu um mal súbito quando cuidava de seu jardim e não resistiu ao translado até o Hospital. Ele tinha 83 anos.

Fonte: MDig

Compartilhe